Parede com textura muda a cara da casa e é fácil de fazer   | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Parede com textura muda a cara da casa e é fácil de fazer

12 agosto 2019

Sala de estar e sala de jantar de apartamento MRV com textura na parede

Além dos elementos clássicos de decoração, um artifício muito usado atualmente na hora de criar algo diferenciado na sala é o uso de texturas em uma das paredes do cômodo. Além de se transformar no ponto focal, para onde todos que entram olham imediatamente, o recurso também é muito útil quando é preciso criar contraste ou mesmo disfarçar imperfeições.

Como e quando utilizar a textura

Por ser um truque versátil, as paredes com textura se encaixam nos mais diversos estilos de decoração. O ideal, apenas, é escolher um local de destaque e manter as outras paredes lisas e com cores neutras, a fim de deixar o visual mais leve. Boas opções são, por exemplo, a parede atrás da TV, ou na sala de jantar, combinada com um espelho.

As texturas com pontas, mais grosseiras, devem ser evitadas em ambientes de passagem, como corredores estreitos, ou mesmo em locais de grande circulação, como perto do local em que a família se alimenta e recebe os amigos.

Escolhendo corretamente a textura da parede

As alternativas mais comuns aos ambientes internos são o grafiato (uma forma de chapiscado mais elegante e com efeito de ranhuras); o cimento queimado ou concreto aparente, que conferem um tom mais sóbrio e moderno ao ambiente, seguindo a tendência da decoração industrial; e até mesmo as texturas que imitam tecidos como linho, jeans ou camurça, que fazem as vezes de papel de parede e são ótimos parceiros de iluminação direcionada (abajures, spots, fitas de led), quadros e arranjos de flores.

Na internet é possível encontrar diversos vídeos que ensinam a fazer sua própria textura na parede, já que se trata, no geral, de um efeito de fácil aplicação. Os principais materiais que serão usados no processo são tintas de efeito ou massa para textura, rolos, espátulas, fita crepe, lixa e desempenadeira.

No entanto, caso você não se sinta seguro de mergulhar no DIY (Faça Você Mesmo), contrate um profissional de confiança que deixará sua casa com a cara que você tanto sonha.

Fonte: Estadão

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório