4 benefícios de investir em um imóvel na crise

27 outubro 2017

Provavelmente, você já deve ter sido aconselhado por alguém a investir seu dinheiro em algum momento da sua vida. E esse conselho não é à toa, pois quem não gostaria de garantir um futuro estável para si mesmo e sua família ao contar com uma renda extra para complementar o orçamento?

No entanto, com a crise econômica e a instabilidade política do país, é difícil encontrar alguma oportunidade que lhe dê segurança para fazer seu dinheiro render. Mesmo assim, muitos brasileiros ainda encontram motivos para fazer aplicações em bens imobiliários

Neste artigo, você vai entender que investir em um imóvel na crise pode ser uma alternativa vantajosa para proporcionar retornos positivos para sua conta bancária. Confira os benefícios dessa iniciativa!

1. Boas oportunidades

Em virtude da crise econômica, diversos imóveis estão disponíveis para venda, mas com uma baixa demanda de compra, o que ocasiona a queda dos preços. Esse é um excelente momento para os investidores de plantão seguirem a tão conhecida filosofia da bolsa de valores, que é "comprar na baixa para vender na alta".

No entanto, também é preciso negociar bastante para se certificar de que o pagamento do imóvel pode ser feito à vista, já que realizar um financiamento em um momento no qual as taxas de juros sobem exponencialmente pode ser uma péssima ideia para seu bolso. 

2. Possibilidade de valorização

Com o início da recuperação econômica atual, investir em um imóvel na crise pode aumentar suas chances de desfrutar da valorização de sua propriedade, já que, com o retorno da estabilização da economia, o mercado imobiliário volta a se aquecer financeiramente.

A desaceleração da inflação junto ao aumento do PIB (Produto Interno Bruto) são sinais de que isso pode acontecer em breve, pois o poder aquisitivo da população tende a voltar a crescer. Assim, comprar ou alugar um imóvel pode gerar bons lucros futuros.

3. Segurança

Ainda que a crise econômica não tenha terminado, é importante lembrar que a demanda por imóveis sempre existe. Afinal, famílias, profissionais e empresas nunca deixam de se mudar em busca de melhores condições de vida ou trabalho. Mesmo que a compra de imóveis continue em baixa, a demanda pelos aluguéis pode crescer. 

Além disso, diferente da maioria dos tipos de investimentos, os imóveis não são diretamente afetados pela quebra de bancos ou possíveis congelamentos promovidos pelo governo, pois estão relacionados às posses do investidor.

4. Construção de um patrimônio

Uma das melhores aquisições que alguém pode conquistar na vida está, sem dúvida, na casa própria. Além dessa conquista livrá-lo do aluguel, investir em algo que é seu implica na formação de um patrimônio, que pode oferecer um alto nível de segurança financeira em caso de imprevistos ou novas crises.

Investir em um imóvel na crise, como você pode perceber, não é necessariamente uma má ideia. A verdade é que não existem imóveis ruins nem tempos improdutivos para quem possui a experiência ou o olhar de um verdadeiro investidor. Caso ainda lhe falte segurança, vale a pena procurar a orientação de uma imobiliária para ajudá-lo nesse processo! 

Você já pensou em investir ou já investe em imóveis durante a crise? Como é sua experiência com esse cenário? Compartilhe sua opinião conosco nos comentários do post!

 

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório