Afinal, quanto custa morar sozinho? | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Afinal, quanto custa morar sozinho?

07 maio 2018


Depois de alguns anos vivendo debaixo das asas dos pais, finalmente você consegue um salário que permite sonhar voos mais altos, sendo que um deles é sair do ninho e viver por conta própria. Isso é um grande desafio, não é mesmo?

Entretanto, é comum que as pessoas se assustem com os seus gastos, pois não estavam preparadas para isso, além do fato de não saberem o quanto custa morar sozinho. Por isso, caso você tenha o desejo de sair da casa de seus pais, o primeiro passo é realizar um bom planejamento financeiro.

Para que você não fique desprevenido, listamos os principais gastos que você terá ao viver sozinho. Confira!

 

Contas de água, luz e gás

Não tem como você morar em uma casa sem abastecimento de água, luz e gás, não é mesmo? Por isso, esses gastos são considerados como básicos e indispensáveis. É ainda comum existirem alguns condomínios que não individualizam o consumo de água e gás. Sendo assim, essas contas são divididas entre todos os moradores e cobradas na taxa de condomínio.

No entanto, a tendência é de que nas novas construções cada unidade seja responsável por pagar o que consome, como já acontece com a energia elétrica. Outro ponto importante é saber que esses gastos são influenciados pelos seus hábitos de consumo. Portanto, quanto maior for o seu consumo, maior será a sua conta.

Internet, telefone e TV por assinatura

Hoje em dia, é praticamente impossível viver sem Internet. Por isso, é preciso escolher um plano que ofereça uma boa velocidade, que atenda às suas necessidades e com um preço que caiba no seu orçamento. Em contrapartida, tanto o telefone fixo, quanto a TV por assinatura, não são considerados como artigos essenciais.

Sempre é bom lembrar que as empresas oferecem planos que incluem os três serviços a um preço promocional. Porém, fique atento: está cada vez mais comum as pessoas descartarem a TV por assinatura e preferirem uma Internet mais robusta para curtir os serviços de streaming, como a Netflix.

Gastos com alimentação e supermercado

Ao morar sozinho, é importante estar ciente que será você o responsável em abastecer a despensa e se preocupar em cozinhar e limpar a casa, a menos que você terceirize essas tarefas. Mas de qualquer forma, não será possível escapar da conta das compras do supermercado.

Caso você tenha o costume de fazer compras por impulso, será necessário tomar alguns cuidados para não estourar o seu orçamento mensal. Dessa forma, siga as seguintes dicas para conseguir economizar:

  • sempre compare preços;
  • fique atento às promoções;
  • nunca vá fazer compras com fome;
  • faça uma lista do que é preciso comprar.

Gastos com o imóvel

Sem nenhuma dúvida, o seu maior gasto mensal será com o imóvel. Independentemente se o seu desejo for por alugar ou comprar um apartamento, é importante que você esteja ciente que essa será sua maior despesa e, desse modo, será necessário ter o seu orçamento preparado para mantê-la.

Caso você ainda esteja em dúvida se vale a pena comprar o seu primeiro imóvel, verifique as condições do Minha Casa Minha Vida. Dependo da faixa que você conseguir se enquadrar, é muito mais vantajoso entrar no programa do que viver de aluguel.

Além dos gastos com a prestação do financiamento ou da mensalidade do aluguel, não se esqueça que você deverá pagar também o IPTU e a taxa de condomínio.

Apesar de bastante simples, essas dicas proporcionam uma boa economia. Mais importante do que saber quanto custa morar sozinho, é ter um bom planejamento financeiro. Assim, você fica preparado para enfrentar com mais segurança os desafios de viver fora da casa dos pais.

Não se esqueça de deixar um comentário contando quando você pretende ter o seu próprio espaço. Até a próxima!

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório