Amigo da natureza: como é a coleta seletiva nos condomínios da MRV?

25 outubro 2019

Lixeiras para coleta seletiva sinalizadas com suas cores e nomes para o descarte correto de resíduos

A sociedade tem se mostrado cada vez mais preocupada com o futuro do planeta e engajada em causas ambientais. Exemplo disso é o aumento do número de cidades brasileiras que disponibilizam o serviço de coleta seletiva.

Segundo uma pesquisa do Compromisso Empresarial pela Reciclagem (Cempre), de 81 municípios que ofereciam o serviço em 1994, o número subiu para 1.227 em 2018, o que totaliza 22% das cidades brasileiras. Apesar do aumento, a coleta seletiva não necessariamente atinge toda a extensão desses locais e nem todos os moradores têm acesso à iniciativa.

A MRV é consciente de que ainda há muito trabalho a ser feito para que a separação de resíduos seja uma realidade para a maioria da população do país, mas já começamos a fazer a nossa parte. Continue a leitura deste artigo e fique sabendo como a coleta seletiva nos condomínios da MRV pode contribuir positivamente com a preservação do meio-ambiente!

Em que consiste e qual é a importância da coleta seletiva?

A coleta seletiva consiste no recolhimento de materiais que podem ser destinados à reciclagem ou ao reaproveitamento. Para que isso seja possível, é necessário que as pessoas separem o lixo orgânico, que não é reaproveitável, dos materiais inorgânicos — que são:

  • plástico;
  • papel;
  • metal;
  • vidro.

Além de compor a renda de milhares de pessoas, a coleta seletiva é essencial à preservação do meio ambiente, já que evita que cerca de 35% dos resíduos descartados pelas pessoas sejam destinados a locais como aterros sanitários, onde existe uma grande emissão de gases poluentes. A prática também previne a poluição de afluentes dos rios, lençóis freáticos, vegetações e outras áreas da natureza.

Como funciona a coleta seletiva nos condomínios da MRV?

Desde 2015, todos os condomínios da MRV contam com a distribuição da cartilha Morador Sustentável e o Selo MRV + Verde. A seguir, confira como essas iniciativas colaboram para a conscientização de moradores e tornam possível a coleta seletiva.

Morador Sustentável

Aqui na MRV, acreditamos que a transformação começa por dentro, e por isso oferecemos uma cartilha chamada Morador Sustentável, na qual é explicado como fazer a reciclagem e alguns detalhes sobre a gestão de resíduos. Além disso, o síndico recebe um treinamento sobre a separação dos materiais, para repassar aos moradores dentro do condomínio quando o sistema de coleta seletiva for implantado.

Selo MRV+Verde

Também é oferecido o Selo MRV + Verde, voltado aos moradores. Por meio desse material, nós disponibilizamos coletores para cada tipo de resíduo em locais onde as pessoas depositam o lixo nos condomínios.

A partir do momento em que os moradores e o síndico estão informados sobre como fazer a separação de resíduos e com os dispositivos instalados no condomínio por meio do Selo MRV + Verde, a coleta seletiva será realizada.

A MRV entrega toda a base para que os moradores façam a separação de seus resíduos e tenham conhecimento para fazerem todo o processo. A partir disso, as pessoas podem ou não aderir à reciclagem.

Itens do selo

A MRV disponibiliza itens para que a separação de resíduos seja possível — entre eles, estão os coletores. A quantidade de dispositivos varia de acordo com o número de apartamentos. Cada condomínio tem uma média de coletores diferente. 

No selo, ainda estão inclusos os itens básicos, que são obrigatórios em todas as obras:

  • iluminação natural das áreas;
  • melhoria no entorno;
  • paisagismo;
  • coleta seletiva;
  • equipamentos de lazer, sociais e esportivos;
  • orientação aos moradores;
  • lâmpadas de baixo consumo;
  • dispositivos economizadores.

Outros itens sustentáveis variam para cada condomínio, como:

  • medição individualizada de gás;
  • geração de energia fotovoltaica (tanto nas áreas comuns quanto nos apartamentos);
  • sistema de água pluvial;
  • bicicletas compartilhadas.

Parceria com cooperativas

Mesmo equipado com todos os itens do selo, não há problema se o condomínio quiser firmar uma parceria com alguma cooperativa ou ONG para realizar o recolhimento dos resíduos. Caso a cidade tenha coleta pública voltada à reciclagem, também é uma opção do condomínio buscar um acordo.

Quais são as vantagens de incentivar a coleta seletiva?

As maiores vantagens de incentivar a coleta seletiva são os impactos positivos para o meio ambiente e a conscientização popular. Oferecemos o serviço porque é importante que os moradores aprendam a melhor maneira de transformar o lixo em algo que seja produtivo para eles e para o meio ambiente.

Portanto, é possível fazer com que os moradores tenham mais consciência dos impactos que a coleta seletiva gera em seu município, como mais empregos, reutilização de produtos descartados por cooperativas de artesãos e diminuição das toneladas de lixos despejadas diariamente nos aterros sanitários.

A cartilha Morador Sustentável não fala apenas de resíduos, segregação e reciclagem. Informamos também sobre gestão de água, energia e sustentabilidade para o dia a dia e para o condomínio. Assim, conseguimos modificar o olhar da pessoa sobre outras questões ambientais importantes, incorporando a sustentabilidade em seu cotidiano de forma mais abrangente.

Sendo consciente da importância de realizar a separação de resíduos para a coleta seletiva e outros bons hábitos, o morador assume um olhar mais maduro de sua vivência na sustentabilidade. Para a gente, isso é muito importante. 

A partir do momento em que pratica a segregação de resíduos, a pessoa assume uma responsabilidade e leva os conceitos da sustentabilidade para o seu dia a dia. Com isso, ajuda a reduzir os impactos diários ao meio ambiente.

Por que a MRV se preocupa em oferecer esse serviço?

A sustentabilidade é um valor muito importante para a MRV. Mas é essencial que moradores, vizinhança de nossos empreendimentos e parceiros também levem esse fator a sério em suas rotinas. Com a contribuição de cada um, desempenhamos um papel fundamental na sociedade e no meio ambiente.

Além disso, é importante destacar que a gestão de resíduos, como um todo, não está presente apenas em nosso método construtivo durante o período de obra. Temos que manter o olhar consciente a nossos clientes, para que eles continuem com a gestão de resíduos quando forem habitar suas moradias.

Realizando a separação dos materiais para a coleta seletiva em grande quantidade, torna-se muito mais fácil colaborarmos com os trabalhadores das cooperativas de resíduos. Portanto, esses itens não acabam em um aterro sanitário, onde posteriormente produziriam gases tóxicos para o meio ambiente — eles são encaminhados ao destino certo, como a reciclagem e o reaproveitamento. 

Aqui na MRV, a transformação começa em casa, e é por isso que fazemos questão de que todos os nossos empreendimentos estejam equipados com coletores que facilitem a separação de resíduos! Neste artigo, você conferiu como é a coleta seletiva nos condomínios da MRV, além da importância e das vantagens dessa iniciativa.

Gostou do nosso conteúdo? Então, entre em contato conosco para saber mais sobre as medidas sustentáveis de nossos empreendimentos. Será muito gratificante esclarecer suas dúvidas!

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório