Apartamento na planta ou pronto? Saiba qual a melhor opção para você | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Apartamento na planta ou pronto? Saiba qual a melhor opção para você

14 janeiro 2019

Adquirir um imóvel é um grande investimento, por isso tal passo exige alguns cuidados e um bom planejamento para garantir que você está fazendo o melhor negócio.

Nessas horas, é comum ficar em dúvida entre comprar um imóvel na planta ou um que já esteja pronto, afinal, cada opção tem diferentes benefícios que devem ser considerados antes que essa decisão seja tomada.

Qual é a hora certa?

Depois de tomada a primeira grande decisão, que é a de que chegou a hora de investir em um imóvel próprio, vem outro passo importante a se tomar: escolher se é melhor comprar um apartamento na planta ou já pronto.

Ambas opções guardam vantagens e desvantagens, especialmente de acordo com o momento da vida pelo qual o comprador está passando, e em relação também a questões como financiamento e valorização.

Quem tem pressa em se mudar, por exemplo, obviamente se beneficiará mais de um imóvel pronto – dependendo da velocidade da negociação, basta assinar o contrato para já empacotar tudo e chegar no apartamento novo.

Aliás, por falar em negócios, o financiamento de um apartamento que já existe costuma depender apenas da capacidade financeira do comprador, podendo ser feito de imediato, com entrada que varia entre 10% a 30% do valor total do imóvel.

Poder visitar o local e ver exatamente o que se está adquirindo também é um benefício do apartamento pronto. Além de ter uma visão completa do tamanho e distribuição dos cômodos, imaginando como ficariam dispostos ali os móveis que você já tem e os que gostaria de comprar, dá para saber mais sobre a vizinhança, barulhos do prédio e do bairro, trânsito etc.

Custos de um imóvel pronto em relação ao na planta

No entanto, é bom saber que, em geral, imóveis prontos costumam ter valores mais elevados que aqueles na planta, já que já tiveram tempo suficiente para se valorizar – ou seja, foram construídos por um valor mais baixo, e agora já atingiram uma cifra bem superior.

Neste ponto, adquirir um imóvel ainda na planta pode significar pagar um valor bem mais em conta, além de ter condições boas de financiamento. Geralmente, paga-se 30% do total até a entrega das chaves, e parcela-se o restante. As construtoras, inclusive, conseguem oferecer condições facilitadas, tudo justamente porque o imóvel ainda está no papel.

De todo modo, o valor desembolsado na compra certamente será inferior àquele pelo qual o apartamento poderá ser comercializado no futuro, por conta da tal valorização. Sendo assim, comprar na planta funciona como um bom investimento, seguro e sem surpresas desagradáveis.

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório