Como declarar a compra de imóvel no IR

29 janeiro 2021

14 comentários
Pessoa Física realizando a declaração do seu imposto de renda após a compra de seu imóvel

Quando o assunto é declarar imóveis no Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), sejam eles rurais, urbanos ou comerciais, independentemente do tipo e da localização, especialistas são categóricos e afirmam que as dúvidas são comuns e unânimes.

Preencher os dados na declaração de Imposto de Renda exige cuidado. Se você adquiriu um imóvel e tem dúvidas sobre como incluir as informações no documento, confira a seguir os principais pontos que merecem a sua atenção. E lembre-se de que é preciso sempre cumprir os prazos estipulados a cada ano para evitar problemas. 

Quer saber mais? Vamos mostrar dicas essenciais e extremamente úteis para fazer a declaração de compra e venda de imóvel. Acompanhe! 

Entenda a declaração do IR 

De acordo com dados da Receita Federal, deve declarar o IR quem estava com a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil. Quem se enquadra nesse aspecto deve apontar o tipo de imóvel a ser declarado, depois informar como ele foi adquirido (se à vista, na planta, em prestações diretamente com a construtora ou financiado por linha de crédito ou Sistema Financeiro de Habitação). 

Vale lembrar que fazer a declaração de Imposto de Renda sobre Imóvel exige bastante atenção. O motivo é que existem diversas categorias em que a sua propriedade pode entrar. Ou seja, você precisa se informar com antecedência em relação aos campos certos para preencher quando o imóvel é comprado à vista, financiado por diferentes meios, recebido de herança, doação ou alugado. 

Apartamento financiado 

As dúvidas mais frequentes sobre o assunto envolvem a declaração de apartamentos financiados. Se os valores envolvem os menores juros do mercado, você deve declarar apenas o que foi pago no ano anterior. Então, se você está em 2020, por exemplo, precisa incluir apenas os valores do ano de 2019. 

Lembre-se de que não é necessário informar o valor total porque o imóvel ainda não pertence integralmente ao seu nome, mas ao banco ou à instituição em que foi financiado. Agora, se a situação envolve um consórcio imobiliário, trata-se da mesma lógica. 

Inclua apenas os gastos com as parcelas na declaração de Imposto de Renda. O valor do imóvel deve ser apenas o que o contribuinte pagou até o final do ano corrente. O total só pode ser incluído na declaração quando tudo já estiver quitado, em caso de compra financiada. 

Profissional 

Uma boa opção para quem precisa fazer uma declaração de IR extensa é contar com a ajuda de um bom profissional. Aqui, além da praticidade e do tempo e você ainda tira todas as dúvidas antes de entregar a declaração com uma boa economia de tempo. 

Com um olhar apurado sobre o assunto, ele pode ajudar em itens sobre os quais você tem dúvidas e minimizar as chances de bloqueio. Sem contar que um profissional não vai deixar nenhum detalhe passar em branco, como no caso das declarações que, além da necessidade de especificar o imóvel, também existe uma série de dependentes e outras atividades. 

Outro ponto que deve ser levado em consideração é que as pessoas que atuam nessa área, como contadores, conhecem sobre as leis tributárias e gestão de documentos fiscais. Assim, elas conseguem garantir que a declaração esteja fiel aos requisitos exigidos pela fiscalização da Fazenda. 

Declaração incorreta 

Se você comete qualquer erro na declaração do IR pode acabar caindo na malha fina. Até cinco anos depois da data de entrega ainda é possível retificar a declaração, mas o ideal é que isso seja feito o mais rápido possível. 

Agora, se a declaração não for feita, a situação é muito mais grave: acontece a investigação por crime e, se declarado culpado, a possibilidade de reclusão por até 5 anos. 

Confira algumas dicas úteis para a declaração

  1.  Cheque os documentos necessários para preencher a declaração. Tenha em mãos o contrato de compra e venda, a escritura lavrada em cartório e um resumo geral de todos os dados do imóvel;

  2. Discrimine a forma de aquisição. É fundamental informar o modo exato de contratação, dados precisos do imóvel (matrícula em especial) e opção de pagamento;

  3. Certifique-se de que os dados do seu IR sejam os mesmos informados por todos os envolvidos;

  4. Não economize na descrição do imóvel. Aponte o tipo, localização, de quem comprou, como adquiriu, data da aquisição, forma de pagamento, cartório em que está registrado e todas as demais informações que permitam — apenas com base na declaração — identificar, no futuro, o histórico desse bem;

  5. Fique atento ao valor declarado. Em tese, todos os valores gastos com a compra do imóvel compõem o custo de aquisição, incluindo o ITBI [Imposto sobre Transição de Bens Imóveis] e as corretagens;

  6. Especifique as condições de pagamento. É recomendável que toda explicação seja indicada no campo destinado à descrição do bem;

  7. No caso do imóvel ter sido financiado, informe o total já pago, de forma cumulativa. E, no ano seguinte, comece a declaração com o saldo quitado até o ano anterior e some a este a quantia paga ao longo do novo ano;

  8. Quando duas pessoas compram um imóvel juntas, a declaração depende do tipo de negociação e também do relacionamento existente entre elas. Quando se trata de um casal, é possível elaborar e entregar a declaração do Imposto de Renda tanto de forma conjunta como separada. Ao optar pela maneira conjunta, 100% dos bens são declarados por apenas um dos cônjuges;

  9. Nos anos seguintes, o custo do imóvel deve ser mantido o mesmo. Não é permitida a valorização do bem, exceto pela realização de obras, que devem ser comprovadas com notas fiscais e/ou recibos de profissionais. 

Pronto! Agora você já sabe como fazer a declaração de compra e venda de imóvel. O mais importante é ter em mente a importância de esclarecer todas as dúvidas antes de enviar o documento. Assim, fica mais simples evitar problemas que tomam bastante tempo para serem solucionados ou, até mesmo, os bloqueios de bens. 

Gostou das informações do artigo? Então, siga-nos no Facebook e veja outros conteúdos exclusivos sobre o assunto. 

Comentários

Alba Lúcia de Oliveira Barros
Alba Lúcia de Oliveira Barros disse: 11 março 2020
Preciso de meu saldo 2019 para declarar meu IR
MRV
MRV disse: 18 março 2020
Olá Alva, como vai?

A senhora já é uma cliente MRV? Se sim, entre em contato com a gente em nossa central de Relacionamento com o Cliente por meio dos nossos canais: página MRV Responde no Facebook, telefone 4005-1313 ou aplicativo Meu MRV.
THAISE LEMOS
THAISE LEMOS disse: 31 março 2020
Bom dia! Como faço para obter meu extrato, para IR. Já liguei para 4005-1313. E não consegui nenhum retorno.
MRV
MRV disse: 31 março 2020
Olá Thaise, tudo bem?

Você pode solicitar o seu extrato através do nosso WhatsApp. Para isso, adicione o nosso número em sua agenda (31) 9900-9000 e logo após envie uma mensagem: Imposto de Renda. Assim, você irá receber o extrato completo e consultar todas as parcelas pagas!
Heraldo silva nogueira
Heraldo silva nogueira disse: 31 março 2020
Preciso do recibo para declarar o imposto de renda
MRV
MRV disse: 01 abril 2020
Olá Heraldo, como vai?

Você pode solicitar o seu extrato através do nosso WhatsApp. Para isso, adicione o nosso número em sua agenda (31) 9900-9000 e logo após envie uma mensagem: Imposto de Renda. Assim, você irá receber o extrato completo e consultar todas as parcelas pagas!
debora
debora disse: 14 abril 2020
Preciso do Extrato do meu imposto de Renda! Pelo whats só da mensagem de erro, pelo telefone não atendem e pelo site não tem essa informação. Um descaso com os clientes.
MRV
MRV disse: 22 abril 2020

Olá Debora, tudo bem?

Você pode acionar a Central de Relacionamento com o Cliente também pelo nosso canal digital WhatsApp e informar o seu pedido ao com o nosso consultor virtual. Aguardamos o seu contato!

GLEICE VIEIRA DO NASCIMENTO
GLEICE VIEIRA DO NASCIMENTO disse: 18 maio 2020
Olá bom dia! Envie mensagem para o número (31) 9900-9000, solicitando o IR e não estou tendo respostas. Qual é o outro canal de comunicação, para resolver este assunto ? Fico no aguardo. Obrigada.
MRV
MRV disse: 18 maio 2020

Olá Gleice, como vai?

Você também pode entrar em contato com nossa central de Relacionamento com o Cliente através dos canais: página MRV Responde no Facebook ou telefone 4005-1313 e explicar sua situação. Aguardamos o seu contato!

Cristina
Cristina disse: 19 outubro 2020
Preciso da carta de quitação do imóvel para fazer o registro
MRV
MRV disse: 06 novembro 2020
Olá Cristina, tudo bem?

Neste caso recomendamos que você entre em contato com a nossa central de Relacionamento com o Cliente através da nossa Plataforma Meu MRV para tirar todas as suas dúvidas. Aguardamos o seu contato! 
Daiane
Daiane disse: 24 abril 2021
Preciso do demonstrativo IRRF .
MRV
MRV disse: 26 abril 2021
Olá Daiane, tudo bem?
Pedimos que entre em contato com a nossa central de Relacionamento com o Cliente para tirar suas dúvidas sobre declaração de imóvel no Imposto de Renda. Acesse a Plataforma MRV e explique sua dúvida para que nosso time possa orientá-la da melhor forma!

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório