Confira as 18 melhores dicas de organização para apartamentos compacto | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Confira as 18 melhores dicas de organização para apartamentos compacto

14 agosto 2019

2 comentários
Cozinha de um apartamento compacto bem organizada

O mercado imobiliário tem crescido bastante e isso representa maiores oportunidades de conquistar o sonho da casa própria. Esses imóveis também têm se adaptado às rotinas dos moradores, geralmente profissionais ocupados e que passam pouco tempo em casa. Por isso, precisam de menos espaço, o que também requer conhecer algumas boas dicas de organização.

No primeiro momento, organizar todos os itens e mobílias de um apartamento compacto pode parecer complicado, mas isso não precisa ser realmente um problema. Com algumas inovações e uma boa dose de criatividade é possível lidar com isso muito bem.

Separamos 18 dicas valiosas para você conseguir arrumar a sua casa, mesmo sem ter tanto espaço disponível. Confira!

1. Adote os nichos

Os nichos são acessórios versáteis e, ao mesmo tempo que cumprem um papel decorativo, também são ótimos para organizar itens em paredes, como verdadeiras prateleiras de diferentes formatos e tamanhos. Tratam-se de espaços fixados às paredes que conseguem comportar livros, luminárias,plantas e qualquer outro objeto importante para a residência.

Além de serem de tamanhos variados, eles também podem ser usados em qualquer lugar. Por conta disso, os nichos são ótimas alternativas às estantes, aos armários e até mesmo às mesas menores.

É possível usá-los em combinações de formatos geométricos, alinhado na parede ou até mesmo optando por uma disposição assimétrica.

A ideia é justamente remover mobília grande e pesada do chão, distribuindo os itens que elas guardariam por espaços nas paredes. Os nichos conseguem entregar isso com a devida organização e ainda proporcionando um visual muito interessante para os cômodos, que ficam mais amplos.

2. Use eletrodomésticos e eletroeletrônicos embutidos e acoplados

Eletrodomésticos são indispensáveis em qualquer casa, assim como os eletrônicos. A questão é que não é necessário que eles ocupem espaços que atrapalhem o trânsito da casa. Em uma sala de estar pequena, por exemplo, TV, home theater e videogame podem já ser o suficiente para o uso de um rack ou uma estante. A única forma de evitar essa perda de espaço é acoplando ou embutindo.

Os eletrônicos da sala de estar podem simplesmente ser fixados na parede, já que a maioria deles vêm com suporte para isso. O videogame pode ser encaixado em um nicho, o que traria a segurança necessária para ele. A ideia é que as paredes sirvam para a sustentação desses itens, sem que eles demandem a instalação de outros móveis.

Quanto aos eletrodomésticos como fogão e geladeira, já é comum que eles sejam embutidos em paredes. Em alguns casos eles ficam até mesmo dentro da projeção de móveis sob medida. Praticamente tudo pode ser embutido, desde que haja um projeto de um profissional para isso.

3. Use cestas organizadoras

As cestas organizadoras têm se tornando muito populares e são uma ideia que não pode faltar entre as dicas de organização. Tratam-se de caixas simples, como as clássicas cestas de frutas utilizadas em feiras e mercados, só que em tamanho menor e estilizada de diversas formas.

Elas são fundas, o que as tornam espaçosas e prontas para receberem desde uma coleção de discos de vinil até documentos. Esses itens, como o nome mesmo diz, também são muito úteis para organizar mantimentos na cozinha, podendo ficar dentro de despensas. Basta escolher o que precisa ser compilado e então usar as cestas.

Por mais que elas ocupem espaço, o seu tamanho ajuda a deixar várias unidades de um item juntas, por exemplo. O ganho principal que ela possibilita é justamente a organização.

Em um apartamento compacto, a disposição dos itens é algo que faz toda diferença. Mantê-los próximos e organizados é sempre um problema, mas a cesta pode ser a solução em vários cômodos.

4. Aposte em espelhos nos ambientes

Nem só de espaço estamos falando aqui, afinal, casa é um lugar onde as pessoas precisam se sentir bem. A sensação de conforto vem muitas vezes por meio de detalhes simples, como a perspectiva.

Os espelhos podem ajudar muito a transmitir uma ideia de que o local é realmente maior, justamente por trazerem a profundidade para as paredes do apartamento.

Essa é uma prática bastante comum e que, mesmo não sendo uma das dicas de organização mais comuns, ajudam a tornar o ambiente bem mais agradável.

Basta fazer uma reflexão simples: com as mudanças relacionadas à ocupação de espaços em conjunto com o uso de espelhos, o resultado é uma percepção de que há muito mais amplitude nos cômodos da casa.

Para isso, os espelhos precisam ser amplos, preferencialmente tomando uma parede inteira da sala de estar, por exemplo. Utilize-o em um canto em que não pretende fixar nada e então a sensação de amplitude será muito maior!

5. Preze por uma abordagem minimalista

Entre as diferentes vertentes de decoração de ambientes, certamente a minimalista é a que tem sido a mais utilizada nos últimos anos. Não é difícil de entender porque ela também é a melhor alternativa para quem apartamentos compactos.

Sua máxima é simples e objetiva: menos é mais! Dentro desse conceito, a proposta é que ambientes tenham poucos itens e sejam mais charmosos por isso.

No entanto, é preciso entender como essa proposta será realmente útil para quem tem um apartamento pequeno. Minimalismo também está associado a móveis, quadros e itens decorativos simples.

A questão é que, em um imóvel mais compacto, esse conceito deve ser empregado de maneira mais ampla, ou seja, planejando ambientes com o menor número de itens possíveis.

Se sentir que a necessidade, você pode contar com a ajuda de um arquiteto para projetar os cômodos da sua casa com essa abordagem minimalista.

O importante é saber que também é possível ter um apartamento sofisticado e muito bem decorado, mesmo que com menos itens e mobílias!

6. Opte por apartamentos com sacadas e área privative

As sacadas e a área privativa são ótimos pontos que funcionam como peça-chave em um ambiente. Por se estenderem para o lado de fora, essas partes dão maior profundidade à sala de estar ou a outros cômodos que tenham essa área anexada a eles. Isso transmite a sensação de um apartamento maior, graças à proporção visual que a extensão para a parte externa proporciona.

Além da questão da profundidade e da sensação de maior espaço, as sacadas e a área privativa também contribuem para a iluminação natural dos cômodos e para que eles estejam arejados.

A passagem do apartamento para essas áreas geralmente é feita com portas grandes, o que abre um bom espaço no cômodo e permite que mais luz entre na casa. Isso faz com que possíveis cantos e regiões mais escondidas estejam mais claras. O resultado é a sensação imediata de que há mais espaço na sala e nos quartos, por exemplo.

Outra dica valiosa é dispensar as cortinas! As persianas são as melhores alternativas, já que elas são recolhidas para cima, deixando uma área de iluminação maior e sem ocupar o canto das paredes.

7. Use placas de peg

Modernas, versáteis e com uma estética sofisticada, as placas de peg são verdadeiros coringas na decoração e são realmente uma das melhores dicas de organização para imóveis pequenos.

Você as encontra de diferentes cores, texturas e materiais, o que deixa claro como esse acessório pode ser usado em qualquer cômodo da casa. O ideal é pensar de forma criativa e, principalmente,funcional!

O uso na cozinha já se tornou um clássico! Guardar panelas, talheres grandes e outros itens que ocupam muito espaço é muito mais fácil.

Com amplas placas de peg nas paredes, pelo menos uma parte dos armários pode ser dispensada, trazendo muito mais amplitude para a cozinha. A ideia é deixar o trânsito do ambiente mais fluido, explorando a parede.

As placas também servem para alocar ferramentas de trabalho, luminárias e até mesmo fixar as cestas organizadoras das quais já falamos aqui. Basta aliar a sua criatividade com organização e a necessidade que cada casa tem!

8. Utilize os espaços incomuns

Por mais que o apartamento seja compacto, sempre haverá espaço que ainda não foi devidamente explorado. Essas áreas incomuns não são percebidas justamente porque elas são geradas devido a outras mobílias ou intervenções.

Uma área muito comum é abaixo de mesas ou em cantos da casa. São regiões até mesmo de difícil acesso, justamente por isso podem ser usada apenas para estocar itens que sejam importantes, mas que não são acessados cotidianamente.

Basta usar caixas com um design bonito, cestas organizadoras ou qualquer outro compartimento que não deixe os itens à mostra e que combine com o espaço.

O ponto de partida para aproveitar essas brechas é observar! Cada casa vai gerar essas áreas de acordo com a disposição principal dos itens e, a partir disso, vale a pena fazer testes e checar os resultados.

9. Opte por uma paleta de cores mais clara

As cores também fazem parte do conjunto de mudanças que podem ser adotadas para trazer, ao menos na percepção, mais amplitude para um ambiente. O ideal é não fugir de uma paleta de cores basicamente clara: branco, bege, off-white e qualquer tonalidade que não fuja muito disso. A razão para essa escolha é justamente a maior luminosidade que essas escolhas geram aos ambientes.

Cores claras refletem melhor as luzes da casa, especialmente se combinadas com janelas grandes e cortinas persianas. A casa fica mais "aberta", e isso traz uma percepção de que há mais espaço para ser explorado, ou simplesmente para ficar desocupado, trazendo maior desafogo e bem-estar para o ambiente.

A paleta de cores clara também faz parte da aplicação do conceito do minimalismo. Nesse caso, as cores mais fechadas e escuras podem ficar por conta da mobília e dos objetos de decoração, enquanto as paredes ficam com a paleta mais clara.

10. Use móveis verticais

A mobília da casa é fundamental e não pode ser simplesmente retirada por completo para ter mais espaço. As dicas de organização giram em torno da busca por mais funcionalidade e, nesse caso, isso pode vir por meio de uma decisão simples: usar móveis verticais. Naturalmente, eles ocupam menos espaços, já que são projetados para se estender para cima e não para os lados.

Você encontrará guarda-roupas, racks, estantes, armários de cozinha e uma série de outras possibilidades de mobília que têm esse formato diferente, mas muito funcional. Eles atrapalham pouco o trânsito quando estão no chão e, quando fixados, deixam espaço livre na parede para outras finalidades, ou somente para dar o desafogo visual necessário.

É muito mais recomendado, por exemplo, ter um móvel que vai quase até o teto do que um baixo, porém, que ocupa cerca de 2 metros no chão da sua sala de estar. Balanceie sempre a escolha entre essas mobílias para poder aproveitar ao máximo a área do seu apartamento.

11. Prefira móveis planejados

Os móveis planejados não são nenhuma novidade e há bastante tempo ajudam muita gente a ter ambientes com o espaço aproveitado da melhor maneira possível. Pode ser uma verdadeira missão encontrar mobília que realmente seja adequada para um apartamento pequeno, e isso resulta sempre em muito aperto. No entanto, não é necessário comprar qualquer produto!

Os móveis planejados são totalmente sob medida, ou seja, desenvolvidos para caber dentro do seu apartamento, considerando o tamanho exato para que ele seja inserido em determinado espaço. Você encontra alguns designs já prontos, e então ele é produzido no tamanho necessário para caber na sua casa.

Em alguns casos, o móvel é até mesmo projetado a partir do zero como uma peça exclusiva para o cliente. Em qualquer uma das duas opções, é realmente a melhor alternativa para aproveitar bem o imóvel com conforto e bem-estar.

12. Venda ou doe o que não é mais útil

Você é um acumulador? Saiba que, literalmente, não há espaço para esse comportamento em apartamentos compactos! Entre as dicas de organização, essa é aquela mais voltada para seus hábitos e a maneira como você lida com o que você tem. Muitas pessoas costumam manter por muito tempo os móveis, acessórios, itens de decoração e outros objetos que simplesmente só ocupam espaço.

É natural que alguns tenham valor sentimental, mas é sempre importante considerar o seu bem-estar acima de tudo. Quanto mais rápido essa prática for adotada, mais fácil será para lidar com isso no futuro, evitando que seu apartamento fique confuso, bagunçado e pouco confortável.

Se você tem muitos objetos atualmente, há duas maneiras rápidas de reduzi-los: doando ou vendendo. Você pode conseguir um dinheiro para investir na montagem do seu novo apartamento ou simplesmente doar para pessoas necessitadas.

13. Utilize prateleiras enfileiradas

As prateleiras são ótimas alternativas e podem ser usadas para simplesmente qualquer coisa. Na sala, elas podem acomodar objetos de decoração, vaso de plantas, quadros de fotos e o que mais for necessário. Na cozinha, pode servir para receber panelas, ingredientes, temperos e outros itens da rotina. Nos quartos e nos banheiros, a mesma utilidade, sempre de maneira simples.

Tão importante quanto utilizar as prateleiras é saber como é a melhor disposição para elas nas paredes. Lembra sobre a ideia de mobília vertical? Aqui, o mesmo conceito é aplicado! O ideal é usar prateleiras não tão extensas, mas aumentar o número delas, uma embaixo da outra, como fileiras.

Além de fazer um melhor aproveitamento da parede, essa disposição também ajuda a estilizar melhor os ambientes e trazer uma estética mais moderna. Você pode até mesmo montar minibibliotecas dessa forma, com uma ideia bonita e funcional, que economiza espaço.

14. Use araras e baús em vez de armários

Guarda-roupas são muito importantes, mas eles podem sim ser substituídos. Por mais que seja possível ter modelos embutidos e feitos sob medida, há ainda a chance de trocá-los por araras e baús, tudo dependendo da necessidade de cada pessoa. Por mais que as araras sejam menores, elas ocupam muito pouco espaço e podem atender muito bem.

Pessoas que moram sozinhas ou que não têm um acervo muito grande de roupas podem fazer muito bom uso dessa alternativa. As araras também têm superfícies que funcionam como prateleiras, ficando posicionadas na parte da base da estrutura. Elas podem servir para alocar calças dobradas, jaquetas grandes ou, até mesmo, calçados.

Os baús podem ajudar e dar uma opção conjunta com as araras, especialmente para guardar sapatos. Como eles ocupam um bom espaço, é possível alocar todos os pares nesse compartimento e posicioná-lo logo abaixo da arara.

15. Digitalize documentos que forem possíveis

As dicas de organização não podem deixar de citar o quanto papéis ocupam espaço! Ao longo da vida, é normal que registros,documentos e outros materiais importantes sejam acumulados, mas isso tem mudado cada vez mais. A digitalização é uma excelente alternativa para que arquivos ocupem menor espaço, e isso também vale para residências.

Quantas vezes você já conferiu entre seus documentos quais precisam realmente estar impressos? Naturalmente, alguns como certidão de nascimento e de casamento ainda precisam estar em papel, porém, notas fiscais já contam com versões digitais.

O melhor a ser feito é tentar digitalizar tudo que for possível e, gradativamente, optar sempre por versões que podem ser salvas em computadores e em nuvem. Isso reduz o acúmulo de papel, mantém a casa limpa e deixa de ser mais uma preocupação sobre itens que você precisa alocar em um apartamento compacto.

16. Reduza a compra de novos itens

Além do acúmulo, o consumo é um outro problema que também impacta o espaço de apartamentos compactos. Para algumas pessoas, resistir à compra de um novo objeto de decoração ou a um eletroeletrônico pode ser difícil, e isso vai influenciar diretamente a organização da casa. Se já há esforços para manter o local em ordem, é preciso abandonar o consumo.

Por mais que seja difícil para alguns, gradativamente será necessário abandonar esse hábito, considerando sempre que a prioridade é o bem-estar e o conforto do lar. Por mais que sejam itens pequenos, novas compras recorrentes vão resultar em um problema grande. A busca por espaço nunca vai terminar, e esse ciclo terá uma continuidade permanente.

A proposta é justamente reduzir ao máximo a quantidade de objetos na casa, e isso não é possível se um novo entra. Uma proposta interessante é fazer da seguinte forma: para quem um novo item de decoração seja adquirido, é necessário que outro presente na casa seja doado ou vendido!

17. Defina uma rotina de desapego

Desapegar não é simples e não é feito de uma vez só. Até porque, pode acontecer do acúmulo seguir acontecendo, mesmo que em menor escala. Essa é mais uma das dicas de organização ligadas a hábitos: defina uma rotina periódica de checagem do que pode deixar a casa. Assim, regularmente você conseguirá se desfazer de pertences que só geram menos espaço.

A periodicidade fica à sua escolha, mas o ideal é que ela aconteça tri ou semestralmente. Esse período é suficiente para que haja o acúmulo de itens. Isso não se limita a apenas objetos decorativos, mas também às roupas, calçados, cosméticos e, até mesmo, livros, que podem ser doados. Toda casa precisa de uma arrumação geral e reorganização, e isso é ainda mais importante em apartamentos compactos.

Se mais de uma pessoa morar na casa, o ideal é que cada um seja responsável por uma parte desses esforços de desapego. Com o trabalho dividido e individualizado, bastante coisa poderá ser retirada de dentro do apartamento.

18. Reduza ou use quadros de forma diferente

Quadros são ótimos para decorar, seja com obras de artistas favoritos ou até mesmo com fotos de familiares e amigos. No entanto, é preciso ir com calma na hora de usá-los em um apartamento com pouco espaço. Até aqui neste conteúdo você conferiu uma série de dicas que envolvem o uso das paredes e, se ela estiver tomada por quadros, será difícil usá-las.

Além disso, em espaços menores, o uso de quadros em excesso pode gerar a sensação de pouco espaço, retirando um pouco da amplitude que paredes vazias proporcionam. Em meio a isso, há maneiras diferentes de ter quadros, mas saber distribuí-los pelo seu apartamento.

Você pode posicioná-los no chão, no canto da parede e escorados. Também pode usá-los dessa maneira, mas em cima de racks e estantes, ou até mesmo nas prateleiras. São maneiras modernas de ter esses itens e são uma verdadeira tendência em decoração de interiores!

Essas 18 dicas de organização vão ajudar a ter conforto, aconchego e liberdade dentro do seu apartamento, mesmo dentro de um conceito mais compacto.

Gostou deste conteúdo? Assine a nossa newsletter e receba mais diretamente no seu e-mail!

Comentários

Lili
Lili disse: 29 agosto 2019
Excelente! Estou na fase de mudança de apartamento. Li com muito interesse.
MRV Engenharia
MRV Engenharia disse: 29 agosto 2019
Olá Lili!

Que bom que você gostou dessas nossas dicas de organização. Não deixe de conferir outros conteúdos parecidos com este que podem te ajudar ainda mais em seu processo de mudança!

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório