Conheça 4 dicas incríveis para decorar seu apartamento da MRV | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Conheça 4 dicas incríveis para decorar seu apartamento da MRV

18 janeiro 2019

Após realizar o sonho da casa própria, o futuro morador fica na expectativa de como vai decorar o seu apartamento da MRV. Afinal, além de ser uma das etapas mais divertidas da mudança, uma boa decoração faz uma grande diferença em sua vida, pois ela transmite a sua personalidade ao ambiente. Além disso, uma composição inteligente do espaço deixa o seu dia a dia mais prático e melhora a sua qualidade de vida.

Entretanto, para chegar ao resultado esperado, é essencial saber o que está fazendo e é preciso que se tome alguns cuidados. Caso contrário, além de viver em um lugar com uma estética feia, você poderá comprometer o seu bem-estar.

Por isso, criamos este artigo completo que o ajudará a decorar o seu futuro lar. Vamos começar?

1. Como aproveitar melhor o espaço de seu apartamento?

Nos últimos anos, tem se tornado uma tendência no mercado imobiliário o lançamento de apartamentos compactos, sobretudo nas regiões centrais e mais valorizadas das grandes cidades. Diante desse cenário, se torna uma necessidade que os moradores encontrem formas para otimizar o espaço, buscando conforto e comodidade no dia a dia.

Independentemente do estilo de decoração que você pretende adotar, por meio de soluções inteligentes e práticas, é possível compor um ambiente pequeno de modo a otimizar o uso do espaço e ainda o deixar belo e aconchegante.

A seguir, listamos algumas dicas simples e eficientes que você poderá usar para decorar a casa.

1.1. Pense na disposição dos móveis

Para conseguir aproveitar o espaço em apartamentos compactos, o mais importante é saber o que se está fazendo. Em vez de começar indo até uma loja e comprar o primeiro móvel que gostar, o primeiro passo a ser dado é medir cada cômodo do imóvel e estudar um layout que valorize a circulação das pessoas e que não transmita uma sensação de aperto.

Feito isso, você terá uma noção do tamanho máximo do mobiliário, o que lhe dá a possibilidade de fazer compras conscientes. Caso contrário, é uma situação comum as pessoas se apaixonarem por uma mobília na loja e só descobrir que ela é grande demais para sua residência após a sua chegada.

1.2. Tenha uma decoração funcional

Um dos maiores desafios de decorar um ambiente pequeno é conseguir proporcionar uma sensação de amplitude. Para isso, existem várias formas, sendo que uma das mais eficientes é escolher com inteligência os elementos que comporão esse espaço.

Dessa maneira, recomenda-se o uso de componentes multifuncionais, os quais permitem ao usuário realizar mais de uma tarefa utilizando o mesmo espaço. Assim, além de usar a área existente de forma inteligente, você ganha praticidade em seu dia a dia.

Isso é possível em móveis multifuncionais, os quais têm mecanismos que modificam a sua funcionalidade de acordo com a sua necessidade. Em alguns projetos, é possível que um cômodo seja uma prática sala de estar durante o dia e, com alguns poucos ajustes, ele se torna um confortável quarto à noite.

1.3. Aposte nos ambientes integrados

Com a diminuição da área dos apartamentos, se tornou uma necessidade procurar meios para otimizar o uso do espaço. Diante disso, se tornou uma tendência a existência de ambientes integrados nas plantas, tanto que, nos últimos lançamentos imobiliários, é difícil encontrar uma unidade que não tenha um espaço multifuncional.

Essa artimanha é bastante vantajosa, pois proporciona uma sensação de amplitude e favorece a interação entre pessoas que estão em diferentes ambientes. Por meio dela, é possível que o anfitrião interaja com os seus convidados que estão na sala de estar enquanto prepara uma refeição na cozinha.

Além dessa integração, também é comum agregar a cozinha com a área de serviço e a sala de jantar com a de estar. Para valorizar ainda mais essa característica do projeto arquitetônico, recomenda-se o desenvolvimento de uma decoração que priorize a funcionalidade de cada espaço.

1.4. Preocupe-se com as cores do ambiente

As cores são, sem dúvida, um dos aspectos mais explorados pelos designers de interiores. Afinal, elas conseguem transmitir diversas emoções às pessoas. Por isso, é preciso ter muita atenção em sua escolha, pois, caso feita de maneira errada, pode prejudicar a qualidade de vida dos moradores.

Para criar uma sensação de amplitude e leveza a um ambiente, é recomendado o uso de uma paleta de cores claras na decoração. Outro truque usado para produzir uma impressão de espaço é usar tons semelhantes nos pisos e nas paredes, o que proporciona uma ideia de continuidade. Assim, para que isso seja possível, é recomendado que não se use rodapés.

Além disso, é importante usar, em todo o imóvel, um piso que tenha uma mesma tonalidade. Isso possibilita uma impressão de amplitude, o que faz com que os apartamentos compactos não criem uma sensação de aperto.

1.5. Use espelhos em pontos estratégicos

O espelho é outro elemento muito utilizado por profissionais para aumentar a valorização de um espaço por meio da decoração. Usado de maneira inteligente, esse artefato consegue deixar mais iluminado um ambiente escuro e também aumenta a sensação de amplitude em espaços pequenos.

Seu uso é bastante versátil, podendo ter várias formas, tamanhos e ser instalado em paredes ou nas portas dos móveis. Dessa maneira, usado de forma correta, os espelhos conseguem aumentar o conforto dos espaços muito grandes ou pequenos, fazem um melhor aproveitamento da iluminação natural e valorizam algum elemento da composição do espaço.

Contudo, é preciso tomar alguns cuidados, caso contrário, em vez de proporcionar bem-estar aos ocupantes de um cômodo, o espelho pode criar uma sensação de desconforto. Isso ocorre quando esse elemento é usado em excesso ou é instalado em um local que prejudica a atenção.

1.6. Ilumine o ambiente de maneira inteligente

Para que a composição de um espaço seja bem-feita, não se pode cometer erros de iluminação. Por isso, para valorizar ainda mais esse elemento, os designers de interiores produzem um projeto luminotécnico que permite que cada ambiente seja corretamente iluminado de acordo com sua utilização.

Além de saber como escolher as lâmpadas que apresentam as tonalidades corretas de luz, é preciso que os demais elementos da decoração tenham uma tonalidade clara, já que o uso de cores escuras dá a sensação de que o ambiente está menor.

Outro cuidado a ser tomado é quanto à incidência da luz. Em locais que favoreçam o descanso, como os quartos e as salas, é preciso criar uma iluminação indireta e de tonalidade mais quente. Já nos cômodos que necessitam mais atenção do usuário, como a cozinha, o recomendado é uma iluminação direta e de tonalidade mais fria.

2. Como decorar cada ambiente do apartamento?

Independentemente se o apartamento tenha dois quartos ou mais, a decoração de cada cômodo necessita de uma atenção especial. Além de transmitir a personalidade dos moradores, ela é o principal fator que influenciará a usabilidade do imóvel, o que traz reflexo imediato no dia a dia dos residentes.

Por isso, reunimos algumas dicas práticas para que você consiga decorar cada espaço de seu futuro lar de maneira fácil, econômica e confortável.

2.1. Sala de estar

Na maioria dos apartamentos atuais, a sala de estar é projetada para funcionar de maneira integrada com a sala de jantar. Dessa forma, o espaço dedicado para esse cômodo fica reduzido, o que obriga o morador a encontrar meios para deixá-lo o mais confortável possível.

Por isso, é preciso tomar alguns cuidados, sobretudo com as dimensões do sofá. Caso contrário, existe um sério risco de ele ocupar uma grande área da sala, deixando-a apertada. Dessa forma, é necessário escolher um modelo que seja proporcional ao espaço existente, priorizando aqueles que são multifuncionais.

Outra possibilidade é optar por móveis modulares, os quais aproveitam melhor o espaço existente e podem ser adaptados de acordo com a necessidade do morador. Além disso, é possível economizar espaço na sala ao instalar a televisão na parede. Não se esqueça de usar plantas na decoração para dar mais vida ao ambiente.

2.2. Sala de jantar

Considerada por muitos como um lugar para unir a família e os amigos nas refeições, na maioria dos lançamentos imobiliários, a sala de jantar é projetada de maneira integrada com a sala de estar. Por isso, a mesa é um dos elementos mais importantes, pois ela define todo o espaço existente no cômodo.

Como ela é o maior móvel da sala, a escolha da mesa de jantar deve ser feita de maneira inteligente, de modo que ela seja proporcional ao cômodo e sobre espaço para a circulação de pessoas e para as cadeiras. Uma boa dica para aumentar o espaço é escolher uma que tenha cores claras ou que seja transparente.

Para poder guardar louças, talheres e jogos de toalhas de mesa, é muito comum usar, na sala de jantar, os aparadores e as cristaleiras. Elas devem ser escolhidas de modo a respeitar a área de circulação e a abertura das portas e gavetas.

2.3. Quartos

Um dos cômodos mais desafiadores para se decorar, principalmente nos apartamentos compactos, o quarto é um ambiente que precisa que a sua composição propicie ao seu usuário o maior conforto possível. Dessa forma, seja o quarto do bebê ou do casal, por meio das escolhas certas se torna viável que, independentemente de seu tamanho, se crie um quarto aconchegante e cheio de estilo.

O primeiro passo para aproveitar melhor o espaço de um quarto é escolher a cama de tamanho correto. Não adianta desejar uma de tamanho king se ela ocupará todo o cômodo. Por isso, estude a forma como ocorrerá a circulação nesse ambiente. Caso esse seja o quarto dos filhos, uma boa solução é optar por um beliche multifuncional, o qual pode também ser usado como escrivaninha.

Para ganhar espaço, uma boa solução é usar a parede na composição dos espaços. Dessa forma, use-as para instalar prateleiras e nichos. Não se esqueça de usar quadros na decoração, isso dá uma personalidade maior ao quarto.

2.4. Cozinha

Considerada como o melhor local da casa, a cozinha precisa ser decorada de forma a proporcionar praticidade ao dia a dia dos moradores. Contudo, caso ela seja pequena, é preciso que a decoração seja bem pensada, somente assim será possível aproveitar todo o espaço existente.

Sendo assim, sempre é bom investir em um projeto de móveis planejados que aproveitarão as paredes o máximo possível. Outra boa solução é usar alguns eletrodomésticos compactos, como o cooktop e os fornos de embutir para substituir o tradicional fogão. Também é possível optar por uma geladeira menor que, apesar de seu tamanho, tenha uma boa distribuição interna.

2.5. Banheiro

Normalmente, os banheiros são os menores ambientes de uma residência. Por isso, apesar de esse cômodo ser um dos mais baratos em decorar, a composição desse espaço é uma das mais difíceis, principalmente quando o apartamento é compacto. Afinal, esse espaço é um dos mais utilizados e exige uma decoração prática, que o mantenha sempre organizado.

Para ganhar espaço, também é recomendado o uso das estratégias básicas, como a instalação de espelhos; o aproveitamento das paredes com nichos e prateleiras; investir em um projeto luminotécnico e em móveis planejados. Além disso, uma boa dica é utilizar portas de correr ou do tipo camarão para otimizar a área.

2.6. Área de serviço

Devido ao aumento de lançamentos de apartamentos compactos, se tornou algo bastante comum que a área de serviço integre o mesmo ambiente que a cozinha. Portanto, o espaço dedicado para esse cômodo se torna bastante reduzido.

Assim como acontece em outros espaços da residência, recomenda-se um maior aproveitamento das paredes com o uso de prateleiras, de nichos e de um móvel vertical. Além disso, existem no mercado diversas opções de mobiliário multifuncional, o qual embute ao armário uma tábua de passar roupa ou um cabideiro. Também é possível encontrar utensílios que otimizam a área de serviço, como varais retráteis.

3. Como fazer a sua própria decoração sem gastar muito?

Viver em um ambiente bonito que traga qualidade de vida é um direito para qualquer pessoa. Entretanto, existe uma falsa ideia de que apenas as pessoas que possuem muito dinheiro têm condições de fazer uma decoração em suas casas. Mesmo que não se tenha muito recurso para investir, é possível “arregaçar as mangas” e você mesmo montar a composição do espaço de sua residência.

Isso tem se tornado uma tendência mundial e é muito conhecida pela sigla DIY — do it yourself, que significa faça você mesmo em português. Assim, ao usar a criatividade e referências, que podem ser encontradas na internet, é possível decorar com amor a sua casa, o que cria espaços únicos e charmosos.

A seguir, reunimos algumas dicas práticas e econômicas de como você pode decorar um apartamento sem gastar muito.

3.1. Recicle materiais que iriam para o lixo

Quem deseja criar um ambiente charmoso e não deseja gastar muito para isso, uma ótima solução é dar uma nova função para alguns materiais que iriam para o lixo. Com um pouco de criatividade, você consegue transformar peças que seriam descartadas em belos artigos de decoração que trarão charme e estilo para a sua residência.

Para isso, basta ter criatividade. Assim, uma simples garrafa de bebida vazia pode ser remodelada em jarros, abajures ou, até mesmo, ser usada na criação de um jardim suspenso. Já os tradicionais caixotes de feira conseguem ser mais dinâmicos. Após lixados e pintados, eles podem ser usados como prateleiras e nichos que devem ser instalados nas paredes.

Além disso, com um pouco de imaginação, é possível unir essas caixas e produzir móveis que poderão ser usados em salas e quartos. Outro material que era descartado e hoje é utilizado na fabricação de móveis é o famoso pallet. Ao conseguir peças em bom estado, se consegue produzir um belo mobiliário, o qual é muito empregado na decoração rústica em mesas, bancos e camas.

O mais importante é ter visão para enxergar possibilidade de uso para alguns materiais que não são mais úteis. Por exemplo, uma escada velha pode ser adaptada para ser usada como uma estante — para isso, basta colocar algumas tábuas entre os degraus.

Através das redes sociais da MRV, você aprende a fazer vários objetos de decoração para a sua casa sem gastar muito! Siga nosso Facebook e Instagram para acompanhar as últimas novidades.

3.2. Reforme os seus móveis antigos

Quando você pretende se mudar para um novo lar, é óbvio que existe o desejo de que todos os móveis sejam novos, ainda mais quando se vê belas tendências como a decoração clean. Contudo, muitas vezes o orçamento acaba sendo pequeno e se é obrigado a se contentar com a sua mobília antiga.

Apesar disso, é possível compor belamente um espaço sem a necessidade de trocar todo o mobiliário. Para isso, uma boa solução é reformar os seus móveis antigos. Dessa forma, um móvel que seria descartado ganha um novo visual, o qual trará um certo charme ao ambiente. Mesmo que não se deseje uma decoração vintage, é possível dar um ar moderno nos móveis com algumas simples mudanças.

Existem alguns móveis clássicos que, ao serem reformados e terem o seu verniz trocado, dão um toque de sofisticação ao ambiente. Contudo, é possível mudar a cara da mobília ao pintá-la, podendo adequá-la à decoração existente. Por fim, quando se deseja por algo mais prático, uma boa solução é utilizar adesivos para encapar os móveis antigos.

3.3. Use adesivos

Para conseguir decorar um ambiente sem gastar muito, além de ter habilidades manuais que possibilitarão fazer e instalar os objetos de decoração, é importante desenvolver a capacidade de ser criativo. Afinal, será por meio da criatividade que você conseguirá encontrar soluções para alguns problemas.

Assim, quando não se deseja enfrentar uma obra para trocar a cerâmica instalada na parede ou pintar um ambiente, uma boa solução é o uso de adesivos para decorar. Por ser um material prático e de fácil instalação, basta escolher um melhor modelo que se adéque à proposta de composição do espaço.

Atualmente, existe no mercado uma grande variedade de materiais que podem ser usados para criar desenhos nas paredes e, até mesmo, ter a função de revestimento cerâmico. Dessa forma, é possível instalar, em uma cozinha, azulejos adesivos de vários modelos, sendo os que mais se destacam aqueles que se assemelham visualmente aos caríssimos ladrilhos hidráulicos que se tornaram moda nos últimos anos.

A grande vantagem desse material é a sua fácil instalação, a qual não faz sujeira e não necessita de uma mão de obra especializada. Dessa forma, basta comprar o modelo que mais o agrade e você mesmo o instalar.

4. O que não pode ser feito na estrutura do imóvel?

Como já explicamos, uma das melhores formas para aumentar o espaço de um apartamento pequeno é integrando os ambientes. Para isso, uma das melhores formas é demolir algumas paredes para criar um grande e amplo cômodo. No entanto, nem sempre isso é possível, uma vez que nem todo edifício tem uma estrutura que permite demolições.

Por isso, antes de pensar em eliminar uma parede para criar um ambiente mais amplo, é fundamental procurar um engenheiro civil para o auxiliar. Esse profissional vai procurar a construtora para saber mais sobre o projeto estrutural do edifício com o intuito de estudar as possibilidades de reforma. Caso contrário, existe um sério risco de colapso da estrutura, o que provoca um grave acidente.

Assim, caso a edificação seja construída utilizando uma estrutura em concreto armado, as paredes do apartamento terão função apenas de fechamento. Nesse caso, é possível derrubá-las sem grandes problemas estruturais.

No entanto, caso o prédio seja construído utilizando como processo construtivo a alvenaria estrutural, o proprietário deverá procurar outra solução para reformar a sua unidade. Como o nome já diz, as paredes desse tipo de construção têm função estrutural e, por isso, têm o objetivo de sustentar o prédio. Assim, quando removidas, a estrutura pode sofrer um colapso e acabar ruindo.

Como é possível perceber, é necessário analisar vários detalhes para decorar o seu apartamento da MRV. Apesar disso, com um pouco de criatividade e boas referências, é possível compor belamente um espaço de modo a transmitir a sua personalidade ao ambiente sem a necessidade de gastar uma grande fortuna para isso.

Caso você tenha gostado dessas dicas e deseja receber mais artigos como este na sua caixa de e-mail, não deixe de assinar nossa newsletter. Até a próxima!

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório