Detalhes coloridos dão uma dose de ânimo nos ambientes e inspiram personalidade | Blog Corporativo MRV Engenharia -€“ Mercado Imobiliário e lançamentos de apartamentos e casas

Encontre seu imóvel

Detalhes coloridos dão uma dose de ânimo nos ambientes e inspiram personalidade

19 junho 2012

Pontos de Cor

Sem coragem para pintar as paredes, trocar cortinas ou encarar aquela reforma? Para dar uma dose de ânimo e transformar o visual dos ambientes da casa, a dica é apostar em um mobiliário vibrante ou em adornos bem coloridos. Além de roubar todas as atenções e estimular a criatividade, a estética desses elementos deve dialogar com a decoração, para que se torne possível trabalhar com liberdade na escolha das peças em diferentes designs, cores e texturas.

Para sair da zona de conforto dos tons pastéis, os móveis coloridos também se revelam perfeitos para casar com a proposta do color blocking, na qual blocos de cores são inseridos no visual de um ambiente de forma charmosa, impactante e personalizada. A tecnologia dos materiais aliada à ousadia de novos desenhos e à variedade de peças e produtos no mercado estimula, cada vez mais, os projetos de arquitetos e decoradores.



As cores mais intensas como vermelho, laranja, verde, amarelo-limão, ouro, os azuis (principalmente os turquesas) configuram uma tendência, mas é importante controlar os excessos para não sobrecarregar os ambientes decorados”, orienta a arquiteta Viviane Lima.

Os ambientes sóbrios e neutros que predominaram nos últimos anos como tendência vão dando espaço a projetos de decoração que se destacam pela presença das cores mais intensas, repletas de energia, principalmente em peças que se transformam em verdadeiros curingas, independentemente do local em que estão inseridas.

Cômodas, mesas de centro, poltronas, estantes, cadeiras e o que mais a sua casa pedir de colorido são capazes de transformar em diversão qualquer rotina.

Um dos aspectos mais importantes da decoração é buscar o equilíbrio entre as cores. Segundo especialistas, abusar das tonalidades de maneira desconexa pode interferir na harmonia dos espaços e prejudicar o resultado final do projeto.

O contraste impactante, mas com número moderado de cores, é sempre a melhor solução”, afirma Viviane.

Saindo da mesmice

Em relação aos apelos decorativos no uso de cores, seja para criar bases neutras, misturar tons ou colorir o mobiliário com as mais vibrantes, o arquiteto e urbanista Marcos Nobre explica que o profissional deve respeitar o próprio estilo de atuação, levando em consideração as intenções do projeto e as particularidades de cada cliente.

É necessário ousar, arriscar-se, sair do lugar comum e assumir que, ao compreendermos as diferentes formas de apropriação do espaço e das distintas referências estéticas e culturais, os projetos residenciais serão mais bonitos. E melhores, porque estarão livres de preconceitos e verdades absolutas”, finaliza.

Fonte: Jornal Pampulha / Foto de Izabel Silvestre

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório