Deu infiltração, e agora? Saiba como agir quando o problema aparece

28 novembro 2018

1 comentários

Uma mancha escura que aparece de repente, a pintura que começa a descascar, a parede que vai se esfarelando – quem já teve problema de infiltração em casa sabe exatamente como ela começa. Mas, e a partir disso, qual o jeito certo de agir?

Antes de qualquer coisa, é importante entender quais são os motivos que fazem uma infiltração surgir nas paredes ou no teto de um imóvel. Vazamentos no encanamento, e furos ou rachaduras nos canos costumam ser as principais razões para o problema, mas outras causas como chuvas muito fortes que comprometem a parte externa da parede e uma impermeabilização mal feita também podem ser grandes vilões.

A princípio, uma infiltração gera apenas um problema estético. Além das manchas pretas, podem aparecer bolhas que estufam o cimento e a tinta. Em um segundo momento, quando a situação se complica, a estrutura interna da parede pode começar a ficar podre, deixando os tijolos quebradiços e ameaçando a segurança dos moradores do imóvel.

Justamente por conta disso, é fundamental que se chame um profissional para identificar e solucionar a infiltração com os aparelhos adequados. Um deles, inclusive, faz uso da termografia no diagnóstico, uma tecnologia de ponta que permite enxergar objetos por meio do calor emitido por eles – assim, o técnico “caça” o vazamento na parede seguindo o movimento da água no encanamento.

A partir do momento em que a equipe localiza o foco do problema, a empresa produz um relatório com detalhes do que precisa ser feito. Com este documento em mãos, o morador deve fazer uma carta oficial, anexá-la e encaminhá-la ao condomínio, seja na figura do síndico ou da administradora terceirizada. Assim, será possível acionar outros apartamentos que possam estar envolvidos na infiltração, uma situação bem comum quando se mora em prédios.

A solução de uma infiltração por uma companhia especializada passa por etapas como encontrar o vazamento, abrir o concreto em busca da origem, e a troca do pedaço do cano com defeito, com o uso de materiais específicos e emendas. Por fim, a parede ou laje é coberta e reparada, voltando à sua aparência original.

Comentários

Daniela
Daniela disse: 05 fevereiro 2020
Tenho uma unidade da mrv no Royal Palms. Por causa de uma obra não concluída no PUC, meu apt que está no primeiro andar está infiltrando pela parede pois o PUC não foi impermeabilizado. Descaso da construtora, principalmente porque danificou algo que não tinha problema no passado. A demolição foi feita, a estrutura está exposta e gerando infiltração no apt.

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório