Ele rouba a cena  | Blog Corporativo MRV Engenharia -€“ Mercado Imobiliário e lançamentos de apartamentos e casas

Encontre seu imóvel

Ele rouba a cena

01 julho 2011


Uma das peças mais clássicas da decoração, o lustre é sinônimo de sofisticação. Com ele, o clima fica mais aconchegante e os ambientes mais chiques. Na sala de jantar, o acessório é regra caso a intenção seja impressionar. Mas é preciso ter cuidado. A escolha errada da luminária pode deixar o espaço sem harmonia e transmitir a mensagem contrária à intenção do morador. “Este objeto deve refletir o conceito do projeto de decoração da casa como um todo”, recomenda a arquiteta Estela Netto. A profissional lembra que há uma diversidade enorme de luminárias no mercado em diferentes tamanhos, materiais, cores e estampas. Basta escolher a mais adequada ao estilo da casa.


Outro ponto a ser avaliado na hora de escolher o lustre é o tipo de iluminação. A sala de jantar permite flexibilidade para criar diferentes cenas. Se a intenção for um clima mais romântico e sereno, as peças pendentes são mais indicadas. Por outro lado, o tipo embutido é melhor no caso de reuniões em família. A arquiteta Flávia Soares também observa a questão da incidência da luz. “É preciso observar se é necessário uma iluminação auxiliar. Alguns modelos possuem a luz refletida para o teto, sendo assim, a mesa vai precisar de uma luz focada”. Ela acrescenta ainda que existe a opção de colocar um dimer na peça para obter a iluminação difusa.


Estela também tem outra dica: “Espelhos próximos às paredes maximizam o poder do lustre pendente e o deixa mais suntuoso. Para que o lustre fique mais discreto, basta usar uma iluminação embutida sobre a mesa e empregar um luxuoso pendente em uma mesa de apoio”.




Para valorizar ainda mais o lustre, a arquiteta Estela Netto recomenda o uso do espelho no espaço

O lustre tem o poder de enriquecer o ambiente. Com bom gosto dá para montar combinações que vão do clássico ao contemporâneo, passando pelo básico até o irreverente. E o mais estimulante; fugir do óbvio.

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório