Guia prático para decorar o primeiro apê

25 setembro 2019

Quarto infantil decorado com mesinha de estudos, duas camas e luminárias pendentes
Decorar o primeiro apartamento pode ser uma tarefa difícil e complicada, principalmente para quem nunca realizou esta tarefa. O vai e vem nas lojas, as pesquisas de preços intermináveis e os milhares de cálculos para fazer antes de transformar um apartamento vazio em um ambiente aconchegante.

Pensando nisso, preparamos um guia completo para você decorar seu primeiro apê. Por isso, pegue o papel, a caneta e comece agora a fazer a sua lista de compras!

1. Transformando a decoração dos ambientes

Adquirir um apartamento está entre os principais sonhos da maior parte dos brasileiros. Contar com um lugar bonito e aconchegante para descansar depois de um dia intenso é de fato algo especial.

Porém, um apartamento só se torna completo se a decoração corresponder às expectativas e às necessidades do proprietário. Afinal, sem uma arrumação correta, o descanso merecido pode virar horas de mais trabalho.

Com as mudanças de comportamento e o crescimento populacional nas grandes cidades, os apartamentos estão sendo pensados de maneira funcional, sendo mais práticos e menos extensos. Nesse sentido, decorar seu primeiro apê deixou de significar uma busca pela beleza e passou a priorizar o equilíbrio ideal.

Ou seja: quando você acerta na decoração do seu apartamento, consegue juntar beleza, praticidade e funcionalidade. Com as dicas e os conhecimentos corretos, é possível transformar o ambiente sem grandes reformas ou investimentos em móveis.

Seu lar precisa transmitir paz e tranquilidade, representando um local de refúgio. Ao otimizar os espaços de cada cômodo e abraçar as tendências que são próximas ao seu perfil, você chegará a esse objetivo.

Quer fazer algo diferente e decorar o primeiro apê da maneira que sempre sonhou? Então, confira este e-book que preparamos para você. Saiba como deixar seu sonho ainda mais bonito e prático. Boa leitura!

2. Benefícios de um apartamento bem decorado

Uma boa decoração faz toda a diferença para a valorização, a funcionalidade e o aconchego do ambiente. Mudanças simples de cores, móveis ou mesmo iluminação podem transformar seu apartamento e trazer grandes benefícios. Entenda alguns deles logo abaixo.

2.1. Melhor aproveitamento do espaço

Quando você decora seu apartamento da maneira correta, consegue aproveitá-lo de forma mais prática. Como resultado, há um ganho de espaço e qualidade de vida dentro do ambiente doméstico.

Isso é possível porque, quando bem planejada e executada, a decoração dá uma sensação de amplitude e maior espaço ao local. Com móveis do tamanho correto, por exemplo, você consegue ter o conforto de sempre e novos espaços livres para a circulação de pessoas.

O mesmo acontece na cozinha, quando você troca grandes armários por prateleiras e peças de utilidade. Trata-se de basicamente transformar em realidade o conceito antigo de “útil e agradável”.

2.2. Bem-estar do morador

Decorar o primeiro apê é ainda mais importante do que simplesmente “mudar porque está ruim”, pois a decoração inicial tende a permanecer por um bom tempo — com rotinas tão puxadas quanto as atuais, não é fácil parar e criar um novo planejamento.

Por isso, muito mais do que beleza ou sofisticação, você deve prezar pelo seu bem-estar. Sim: uma decoração adequada faz toda a diferença na qualidade de vida de uma pessoa, afinal o apartamento é sua extensão. Se ele está bonito e receptivo, isso é refletido no seu dia a dia.

Portanto, adquira peças que sejam sua cara e exponham sua personalidade. Enxergar-se em algum objeto é uma forma de se inserir ainda mais naquele espaço. A sensação de alegria e bem-estar é única.

2.3. Mais funcionalidade para o imóvel

Em apartamentos menores, podemos dizer que o tempo da contemplação única da beleza já passou. A decoração ajuda também nesse ponto, pois permite que você crie ambientes funcionais, mas ainda bastante belos.

É fato que, com a correria do dia a dia, a funcionalidade do local deve ser privilegiada. Com o ganho de espaço, você abre possibilidades para o apartamento (desde pontos para lazer até a montagem de um pequeno escritório).

O importante é que o ambiente seja desfrutado ao máximo. Com certeza, um dos maiores benefícios de se decorar o primeiro apê de maneira inteligente é encontrar a sintonia ideal entre o design, o conforto e a praticidade.

3. Como decorar o primeiro apartamento

No tópico anterior, você viu como uma boa decoração pode ser benéfica para sua rotina. Para tornar essas vantagens reais, confira algumas dicas essenciais de como decorar o primeiro apê.

3.1. Trabalhe dentro do seu orçamento

Todo o conceito de praticidade que vem sendo abordado no decorrer deste e-book precisa guiar também o início do seu planejamento de decoração. Lembre-se de que foi preciso uma longa jornada até a conquista do primeiro apê, portanto é importante continuar mantendo os “pés no chão”.

A primeira dica de decoração é desconstruir a ideia de que, para decorar bem, deve-se gastar muito. É claro que você quer um apartamento bonito, mas nenhum gasto deve superar seu orçamento original.

Para não correr riscos, separe o valor exato que você pretende investir na decoração do apartamento. Considere todos os seus ganhos e dividendos reais ao definir um número.

Além disso, tente ao máximo eliminar os impulsos (as chamadas compras compulsivas), senão você vai acabar se atrapalhando durante o processo. É preciso privilegiar seu bem-estar, porém sempre dentro da sua realidade econômica.

3.2. Pesquise por tendências e dicas

O conhecimento também é fundamental na decoração de um apartamento. Por mais que a imaginação possa ser um diferencial, é interessante conhecer ideias que já deram certo em situações semelhantes.

Para economizar e deixar o apê bem bonito, é importante pesquisar. Faça buscas em redes sociais, revistas e blogs, uma vez que toda informação pode ser útil e facilitar seu objetivo.

Novas ideias permitem que você teste possibilidades sem gastar muito ou definir algo ainda com dúvidas. Além disso, busque pelas tendências do setor e pelos novos conceitos trabalhados no mercado (confira algumas dicas no tópico “Tendências e decoração”).

3.3. Faça a medição dos espaços

Antes de colocar as ideias em prática, você deve medir o espaço total do apartamento, bem como os tamanhos de cada ambiente em separado, a exemplo do:

  • espaço para sofás, puffs, entre outros;
  • espaço para prateleiras da cozinha;
  • espaço para a cama.

Com isso, você estará mais consciente do que cabe ou não em cada local, melhorando as escolhas e evitando surpresas ruins. Use sua pesquise sobre as dicas e tendências para facilitar a definição dos espaços.

3.4. Opte por móveis modulares, flexíveis e leves para a sala

Por ser o cômodo de maior extensão do apartamento, geralmente a sala é um local de mais dificuldade decorativa. Muitos proprietários acabam caindo na velha armadilha do “aqui sempre cabe mais uma coisinha”.

Para prevenir decepções ou até desperdícios de dinheiro, opte sempre por móveis leves, modulares e flexíveis. Evite os itens grandes e pesados — além de onerosos, eles jogam fora todo o conceito de praticidade e funcionalidade.

Escolha pequenas mesas de centro para otimizar o espaço. Para incrementar na beleza, combine-as com as cores do sofá. A TV, claro, deve ficar embutida em um painel na parede, não ocupando nenhum espaço além deste. Utilize um rack de chão para acomodar os demais aparelhos eletrônicos, como:

  • home theater;
  • blueray;
  • som.

3.5. Use cores claras no piso e no teto do quarto

O quarto deve ser o cômodo mais confortável de um apartamento, mas ele também pode ser bonito e funcional. O primeiro ponto é optar por cores mais claras, pois tons fortes passam a sensação de menor espaço. Por isso, é interessante que as tonalidades mais leves estejam presentes tanto no chão quanto no teto do ambiente.

Outra ótima dica para a ampliação do espaço é o uso de espelhos na cabeceira da cama e nas portas do guarda-roupa. Se a ideia for economizar, as cabeceiras também podem ser painéis de MDF. Já para acomodar os livros, itens de decoração e o despertador, opte por um criado mudo mais discreto, com arandelas em vez de luminárias.

3.6. Adote portas de correr e prateleiras na cozinha

De fato, a cozinha de um apartamento é o local da praticidade. A beleza deve ficar no segundo plano, em prol de um ambiente completamente funcional. Opte por fogões cooktops, pois esse modelo ocupa muito menos espaço do que os convencionais.

Porém, tome cuidado ao colocar fornos embutidos embaixo, pois eles podem causar acidentes enquanto você assa ou cozinha algum alimento. Uma ótima dica é implantar torres com forno e micro-ondas embutidos, que fiquem sempre acima da altura da cintura.

O lado da pia também pode ser mais funcional com a instalação de gavetas e prateleiras na parte de baixo. Isso possibilitará que panelas e outros utensílios maiores fiquem devidamente acomodados.

Os suportes na parede também devem entrar no pacote de uma cozinha funcional. No lugar de armários grandes, opte por peças que ofereçam a mesma utilidade, mas que ocupem bem menos espaço.

Por fim, coloque um interruptor para valorizar a iluminação da bancada da pia, permitindo que o local seja utilizado a qualquer hora do dia. A tática das cores claras também ajuda bastante nesse caso.

3.7. Preze pela segurança e pelo espaço do banheiro

Em razão do constante piso molhado, o banheiro é o local que pode oferecer maior risco em um apartamento. Portanto, a decoração deve ser aplicada no intuito de diminuir essa possibilidade.

O primeiro ponto é prezar pela iluminação, com um interruptor principal e lâmpadas acima do espelho, das prateleiras e do box. Além disso, os pisos devem ser antiderrapantes e os tapetes, emborrachados.

Colocar suportes na área de banho também é uma ótima opção em termos de praticidade. Porém, é importante evitar itens com ponta, para diminuir as chances de acidentes em caso de escorregões.

Mesmo usando cores claras, você pode diversificar nos desenhos dos azulejos do chão e das paredes, a fim de trazer mais beleza e personalidade para o ambiente.

4. Tendências de decoração

Como em qualquer setor, todo ano surgem tendências para a decoração de casas e apartamentos. Acompanhar essas novidades é importante, pois muitas podem servir de base para a arrumação do seu novo apê. Afinal, como dito: toda informação é válida.

4.1. Fundos floridos à moda dos anos 90

A verdade é que utilizar ou homenagear conceitos do passado é uma tendência recorrente em todo segmento. Misturar ideias de anos anteriores com ferramentas e possibilidades atuais é algo que encanta muita gente.

Está em alta adotar a moda dos anos 90 na decoração. Os fundos floridos, que foram uma marca da década, estão voltando com tudo no século 21.

Com o conceito de cuidado com o ambiente e preservação da natureza em voga, essa tendência decorativa realmente tem tudo a ver com a sociedade atual. Cores neon com fundos floridos são as atuais inspirações dos profissionais de decoração.

4.2. Itens híbridos

Como vimos, a ideia de que a decoração é útil apenas para a beleza do ambiente já se tornou obsoleta. Hoje, há uma necessidade de aliar sofisticação à praticidade. Com isso, outras grandes tendências são os móveis e itens híbridos, ou seja, objetos criados para mais de uma finalidade.

Perfeitos para apartamentos de capitais e grandes centros, os móveis híbridos ampliam as possibilidades do ambiente e otimizam o investimento do proprietário. Alguns exemplos são:

  • micro-ondas com coifa embutida;
  • estante chuva;
  • sofá-cama.

4.3. Elementos em 3D

Graças à internet e ao acesso facilitado à informação, os proprietários estão muito mais autônomos em relação à decoração dos apartamentos hoje em dia. Agora, há um direcionamento maior para trazer personalidade aos imóveis.

Sendo assim, outra grande tendência do mercado é o uso de elementos 3D na decoração, a exemplo de papéis de parede, placas em gesso e revestimentos em três dimensões. Para quem deseja algo diferente em seu apê, essa é uma ótima ideia.

5. Conclusão

Ainda que o tamanho médio dos imóveis venha diminuindo nas grandes cidades, é sempre possível decorar o primeiro apê de maneira inteligente e que faça jus à personalidade do morador. Se a decoração era encarada por alguns como algo supérfluo e extremamente oneroso no passado, hoje o cenário mudou completamente.

Agora, há uma análise da prática além da questão visual, com todos compreendendo que uma boa decoração gera uma melhor qualidade de vida, além de mais tranquilidade e felicidade ao proprietário. Sem contar que há uma certeza de que a decoração é para todos.

Com o seu apê arrumado, você consegue não só desfrutar melhor do local, mas também valorizar bastante o investimento realizado. Decorar e planejar os espaços é essencial, pois resulta em bem-estar para você e sua família — e isso é algo de extrema importância, concorda?

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório