Investir na casa própria é garantia de segurança financeira e conforto para a família

09 fevereiro 2022

Família na segurança de seu lar

Justamente naquele momento em que a casa estava da maneira que você sonhou, com os móveis e decoração perfeitos, distribuição dos cômodos de acordo com o seu estilo de vida e foi aí que o proprietário decidiu romper o contrato de aluguel e pedir o imóvel de volta.

Quem já passou por esta situação sabe que, além de não haver nada que se possa fazer, também é complicado ter que lidar com a frustração de se empacotar uma mudança e sair em busca de uma nova residência.

A locação no geral é uma escolha baseada na ideia de que financiamentos são difíceis de se quitar, mas será que a realidade é mesmo essa?

Será que fica realmente mais barato pagar mensalmente? Neste post, mostraremos como investir na casa própria ainda é a melhor solução e uma bela maneira de iniciar uma nova vida. Boa leitura!

Como faço para comprar casa própria?

Adquirir a casa própria passa pela adoção de bons hábitos financeiros. Além disso, hoje é possível contar com muitas possibilidades de financiamento habitacional, de acordo com as possibilidades da pessoa que deseja realizar esse sonho.

Em companhias com a MRV, é possível contar com inúmeras formas de financiar a casa. É possível utilizar o FGTS ou usar bancos e instituições financeiras como parceiras no processo.

Além disso, conquistar a casa própria é possível até mesmo para aqueles que ganham pouco. Basta manter um planejamento financeiro adequado e se livrar das despesas que estejam comprometendo o seu orçamento.

Um bom começo para alcançar esse sonho é se livrar de quaisquer dívidas que você tenha atualmente. Desse modo, renegocie tudo que estiver devendo na praça, desde aquela conta antiga da TV a cabo até o valor rolado da fatura do cartão de crédito.

Os cartões de crédito, inclusive, são conhecidos justamente pelas suas altíssimas taxas de juros. Com tudo isso quitado, balanceie as despesas e receitas de modo a fazer os gastos caberem dentro do salário, sem furos.

Qual é a renda mínima para financiar um imóvel pela Caixa?

O financiamento proporcionado pela Caixa é um dos mais tradicionais do país, então merece um tópico próprio em nosso post.

Em primeiro lugar, é preciso entender que não há um valor mínimo fixo para financiar um imóvel pela caixa. O que acontece, no entanto, é que a quantidade exigida é calculada com base em uma série de características, envolvendo o cliente e o próprio imóvel.

Percentualmente, o que costuma ser exigido pela Caixa Econômica Federal e outras instituições é que a quantia de cada prestação não ultrapasse 30% da renda mensal. Isso ajuda os interessados a realizar o sonho da casa própria sem comprometer os seus gastos obrigatórios.

É importante notar que a recomendação desses 30% envolve todas as pessoas que residirão na propriedade, desde que sejam pessoas financeiramente ativos. Assim, filhos que já estejam trabalhando também são incluídos nesse percentual.

Desse modo, os 30% envolvem a renda combinada de todas as pessoas economicamente ativas daquela família. Assim, quanto mais elevado for o rendimento das pessoas que residirão naquela casa, maior pode ser o montante do empréstimo.

O valor da parcela é constituído pela amortização da dívida, as taxas de juros combinadas durante o acordo, os custos operacionais e o seguro. Outra coisa a ser observada com cuidado é a entrada.

Afinal, quanto maior for o valor de entrada, menor será o saldo devedor. Em outras palavras, quanto maior for a despesa de entrada, menor será a renda mínima exigida para que o financiamento habitacional seja aprovado!

Como realizar financiamento em 2022?

O financiamento da MRV conta com diversas facilidades para ajudar quem quer realizar o sonho da casa própria. Oferecemos entrada em até 48 vezes, por exemplo, sem burocracia e com condições exclusivas para que você consiga o seu novo lar com excelente retorno.

Temos diversos parceiros para ajudá-lo, de acordo com suas preferências e condições. Podemos citar alguns deles:

  • Caixa;
  • Bradesco;
  • Banco do Brasil;
  • Banco Inter;
  • Santander.

Quais os juros do financiamento para casa própria?

Isso depende da maneira que você escolherá para adquirir o seu imóvel. Separamos três formas diferentes de financiamento oferecidas pela MRV.

Cada uma delas oferece a opção de simular financiamento, então deixaremos alguns links para que você realize a sua própria simulação.

Programa Casa Verde e Amarela

O Casa Verde e Amarela é um programa habitacional do Governo Federal que surgiu para reformular o Minha Casa Minha Vida. Ele conta com as taxas de juros mais baixas para todo o Brasil e tem como principal objetivo garantir condições ideais de financiamento para milhões de brasileiros.

Não há um valor fixo de juros, já que isso depende das condições de cada família. Contudo, o programa oferece algumas vantagens muito interessantes, como a possibilidade de usar o FGTS e pagar mensalidades menores que o aluguel. Visite a nossa página, com chat 24 horas, e realize a sua simulação.

FGTS

O FGTS não é exatamente um plano de financiamento, mas uma maneira de utilizar seu próprio dinheiro para conquistar a casa própria. Também conhecido como Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), ele é composto pela soma de todos os depósitos feitos pelos empregadores do comprador.

É uma ótima opção para abater o saldo devedor. Além disso, ele também pode ser utilizado para reduzir o valor de prestações e do valor inicial do financiamento. A boa notícia é que o uso do FGTS pode ser combinado a qualquer um dos planos da MRV Engenharia!

Para consultar o saldo do seu fundo de garantia, baixe o app FGTS e realize seu cadastro no aplicativo. Além disso, não deixe de conferir a nossa página com orientações para utilizar o saldo na compra do seu apê.

Financiamento bancário

Por fim, há a opção de financiar o seu imóvel em conjunto com alguns dos bancos que mantêm parceria com a MRV. Visite a nossa página e clique em cada um dos nossos parceiros (como Caixa, Bradesco e Banco do Brasil) para conhecer as melhores condições!

Quais são os benefícios de ter um imóvel próprio?

Comprar um imóvel é adquirir um patrimônio. E, quando se pensa no bem-estar e estabilidades almejadas para a família, ter um bem desse porte é significativo, já que é algo que trará estabilidade financeira para gerações a fio.

Como se não bastasse, quando se compreende que adquirir a casa própria pode significar também desfrutar de uma possível valorização desse imóvel no futuro, o cenário começa a ficar ainda mais atraente.

Facilidade com o FGTS

Além disso, é importante ressaltar que o caminho até o imóvel financiado vem ganhando cada vez mais facilitadores, como no caso da utilização do FGTS, cujo saldo pode ser utilizado nas múltiplas opções de financiamento oferecidas pela MRV.

O trabalhador que deseja usar o FGTS para comprar um imóvel deve solicitar o saque ao agente financeiro, que comunicará essa intenção à Caixa. Assim que a operação for autorizada, o dinheiro entrará direto na conta do vendedor.

Desse modo, os valores são repassados diretamente ao vendedor, o que é uma tranquilidade para o comprador. A partir daí, basta discutir como será feito o resto do pagamento, em boas condições tanto para você como para a MRV.

Segurança financeira e autonomia

O próprio ato de comprar um imóvel traz benefícios a longo prazo para toda a família, gerando a segurança financeira tão necessária para uma vida tranquila e em harmonia. Além disso, adquirir a casa própria traz outras grandes vantagens.

Isso porque a casa própria é um lugar onde podemos voltar depois de um dia cansativo de trabalho, com a certeza de que encontraremos todo o conforto necessário. É um lugar que temos absoluta certeza que é nosso e que não seremos surpreendidos com uma carta de despejo, por exemplo.

Nesse sentido, outra vantagem bem legal é o risco zero de que ocorram desentendimentos com o proprietário, algo relativamente comum no universo dos inquilinos em geral.

Valorização do imóvel e da área

Por fim, outra vantagem relevante é a capacidade de adquirir um imóvel em uma área da cidade que se valoriza com o tempo. Com o desenvolvimento da região, estabelecimento de comércio, linhas de transporte e construção de escritórios que ocorrem com o passar do tempo, aquela região acaba por se transformar em uma localidade valorizada.

Isso gera conforto para as pessoas que permanecerão morando no imóvel, que passarão a desfrutar do privilégio de morar em uma das áreas mais cobiçadas da cidade, ou até mesmo em ganhos maiores no caso de venda futura da propriedade.

Como pudemos ver, conquistar a casa própria é um objetivo perfeitamente possível. Com as ferramentas que a MRV e outras instituições oferecem, é possível simular o financiamento de maneira descomplicada, assim como analisar cada uma das opções de compra.

Curtiu o post e quer saber mais sobre as condições de compra de um imóvel MRV? Então, não deixe de entrar em contato conosco!

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório