Aprenda a fazer a organização de quarto infantil!

04 junho 2020

Quarto de criança decorado com objetos lúdicos e em tons pasteis para combinarem entre si

Fazer a organização de quarto infantil exige soluções criativas e, acima de tudo, a participação dos pequenos. Quando eles são estimulados a cooperar, todo processo é otimizado e existe ainda o sentimento de pertencimento a seu cantinho especial.

Dentro desse contexto, você pode colocar algumas dicas em prática que ajudam não só na organização como também na decoração do ambiente. Como resultado, todos ganham em autonomia para que os espaços sejam usados estrategicamente sem deixar a harmonia visual de lado.

Quer saber mais? Vamos mostrar 7 dicas indispensáveis para a organização do quarto infantil. Acompanhe!

1. Delimite espaços com cores ou divisórias

O espaço infantil deve ser uma combinação lúdica com uma estrutura prática. Assim, desde os primeiros anos de vida, você incentiva a organização. Tudo depende, na verdade, do tamanho da criança, porém, o mais importante é delimitar espaços com cores e divisórias para que as oportunidades que o espaço oferece fiquem claras.

Com isso, os pequenos entendem as diferenças entre um quarto organizado e bagunçado, a localização de seus brinquedos e o ambiente destinado ao sono. As cores são fundamentais para que elas consigam distinguir as diferenças conforme o processo de amadurecimento cognitivo.

2. Utilize prateleiras, nichos e gavetas

Quanto mais compartimentos tiver o quarto, mais fácil será manter tudo organizado. Uma boa opção, aqui, é utilizar prateleiras, nichos, armários e gavetas que ajudam a otimizar o ambiente, mesmo que o apartamento da família seja compacto. Sem contar que esse tipo de solução faz muita diferença na beleza e harmonia da decoração.

As gavetas podem ser usadas para guardar roupas normalmente. Já os nichos e as prateleiras tendem a ser destinados aos brinquedos ou livros. Os nichos são importantes aliados na hora fazer com que o espaço seja melhor aproveitado ao deixar o chão completamente livre.

3. Tenha uma escrivaninha com compartimentos

Crianças em idade escolar costumam deixar tudo espalhado no momento de estudar, não é verdade? Para evitar entrar no quarto e ficar com os cabelos em pé, você pode investir em uma escrivaninha repleta de compartimentos.

Essa variedade de gavetas e locais para guardar livros, canetas e até o computador facilita a concentração e otimiza o tempo dos pequenos na hora de encontrar o material necessário. Outra vantagem é que o momento de organizar o quarto todo também vai ser bem mais simples, pois existe um local ideal para encaixar tudo o que estiver espalhado.

4. Compre cestos e caixotes

Cestos e caixotes, especialmente quando fizerem parte do cenário lúdico do quarto, são essenciais na forma de incentivar a criança a participar da organização. Ao ser criativo no encaixe desse tipo de acessório, você cria uma espécie de brincadeira que estimula o desenvolvimento infantil e deixa o processo de organização mais divertido.

Os caixotes podem ser inseridos conforme a decoração e em conjunto com a criança que recebe a tarefa de escolher uma cor bem bonita para personalização. O processo inclusivo nas decisões mostra a consciência de responsabilidade compartilhada que é muito importante em várias fases.

Uma dica bônus é sempre conversar com a criança sobre as vantagens de sempre guardar os brinquedos espalhados para que ela possa encontrá-los sem dificuldade e brincar por mais tempo.

5. Recicle e doe brinquedos antigos

O excesso de brinquedos no quarto infantil pode se tornar um problema se você não fizer um projeto de reciclagem de tempos em tempos. Como as crianças costumam mudar as preferências de recreação de maneira rápida, você precisa ficar de olho para otimizar os espaços sobrecarregados.

Explique para os pequenos a necessidade de liberar espaço para que coisas novas entrem. Assim, eles podem ficar empolgados com o conceito de doação ao saber que os seus brinquedos já usados serão úteis para outras crianças.

Se desprender do que não é usado ajuda também a otimizar a limpeza e avaliar o que realmente precisa ficar ao alcance da criança. Caso seja necessário reciclar alguma peça, inclua seu filho no processo para que ele se sinta incluído em várias outras situações relacionadas ao seu quarto.

6. Tenha cuidado com a iluminação

Se você optar por uma iluminação muito estimulante, pode fazer com que a criança tenha dificuldades de sono e, consequentemente, passe mais tempo do que o necessário brincando. Sem a presença dos pais durante o período noturno, a criança acorda procurando por algo específico e faz a maior bagunça.

Para solucionar essa questão, busque fazer contrapontos estratégicos que fazem muita diferença nos resultados. Por exemplo, a área dos brinquedos deve ser mais ativa, com misturas de cores vivas e iluminação branca quente.

Outro ponto importante é fazer separações por etiquetas. Mesmo que a criança ainda não saiba ler, os estímulos das cores são indispensáveis para ajudá-la a compreender os limites dentro de seu ambiente de descanso. Essa percepção das áreas do quarto traz mais liberdade de acesso, especialmente quando os objetivos ficam na mesma altura dos pequenos.

7. Crie um cantinho de leitura

Ler para as crianças é um hábito extremamente positivo, que trabalha diretamente a imaginação. Por esse motivo, montar uma prateleira que represente o cantinho da leitura estimula o interesse de seu filho pelos livros e agrega beleza e praticidade ao conceito da decoração.

Uma brincadeira muito interessante é que a cada noite, antes de dormir, ele pode escolher um título para descobrir pedaços da história. No outro dia de manhã, será responsabilidade da criança colocar o livro em seu lugar de volta na prateleira. Caso a pequena tarefa não seja cumprida, a pausa da leitura será aplicada.

São regrinhas simples, porém, fazem maravilhas em momentos em que é necessário aplicar disciplina voltada ao interesse pela organização. Vale adicionar também ganchos por toda a parte, sempre de maneira lúdica, para que o momento de ler, brincar e organizar fique conectado.

Estimular a organização de quarto infantil realmente não é simples. Mas saiba que, com paciência e uma decoração pensada minuciosamente para incentivar a participação dos pequenos, é mais fácil manter tudo no lugar. O melhor de tudo é que, além de uma decoração harmoniosa visualmente, é possível agregar praticidade no dia a dia sem deixar os estímulos de lado.

Gostou das informações do artigo? Então compartilhe nas redes sociais para que outros pais também saibam o que fazer com o quarto infantil.

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório