Passo a passo: como fazer uma simulação de financiamento da Caixa?

11 abril 2022

2 comentários
Casal simulando o financiamento Caixa pela internet

A simulação de financiamento Caixa é um recurso importante para quem deseja realizar o sonho de ter o próprio imóvel. Por meio dessa ferramenta é possível conhecer os planos, ter previsibilidade e entender como será o pagamento, auxiliando no planejamento financeiro.

Nesse sentido, por se tratar de uma negociação expressiva, antes de assinar o contrato é fundamental conhecer todos os detalhes e condições, inclusive, para evitar transtornos e garantir que o plano caiba no seu orçamento e atenda às suas expectativas.

Mas, afinal, como fazer a simulação de financiamento Caixa? Se você deseja entender melhor o assunto para se planejar, vamos ajudar! Continue lendo este post e saiba tudo sobre a simulação, além de dicas para usar o financiamento de forma inteligente!

Por que o financiamento de imóvel é importante?

Quando decidimos juntar as escovas de dente, o casal está certo de que deseja começar uma vida a dois para terem mais privacidade e liberdade para viverem como quiserem.

Sendo assim, ao começar uma vida a dois, é imprescindível que os cônjuges tenham a possibilidade de tomar as melhores decisões que os convém, visando a melhor convivência para ambos e que contribuem para a qualidade de vida.

Considerando isso, morar com os pais ou com os sogros está fora de cogitação: isso permitirá uma interferência deles no seu relacionamento com seu parceiro(a) e nas decisões da casa, o que pode ser extremamente desgastante.

Em vista disso, o financiamento é uma excelente opção para facilitar o acesso ao imóvel próprio, em condições de pagamento que cabem no orçamento. Com esse recurso, é possível diluir o valor do imóvel em prestações elaboradas de acordo com o perfil do cliente.

Em outras palavras, o financiamento do imóvel permite que pessoas que não têm valores altos disponíveis consigam realizar a compra de um bem dessa natureza. Portanto, é uma oportunidade muito importante e que facilita o processo para quem deseja realizar o sonho de ter o próprio lar.

Como fazer a simulação do financiamento Caixa?

Utilizar a simulação da Caixa será de grande valia para o seu planejamento. O sistema de financiamento da Caixa foi criado com base em pesquisas realizadas em sites de bancos nacionais e internacionais, oferecendo diversas possibilidades para a compra de imóveis.

No entanto, é importante lembrar que os resultados obtidos representam apenas uma simulação, feita pelo sistema da Caixa. Para efetivar o financiamento, é necessário dirigir-se a uma agência e realizar todo o processo com um gerente especializado. 

Você e seu parceiro devem definir, previamente, qual tipo de imóvel vão buscar no mercado. Caso a sua opção seja de financiar um imóvel novo, busque por construtoras de confiança, como a MRV, que possam garantir a qualidade e a sua satisfação ao realizar a compra.

Veja, a seguir, como funciona a simulação de financiamento Caixa!

Dados iniciais

Para realizar uma simulação de financiamento da Caixa, o primeiro passo é acessar o site. Os primeiros campos a serem preenchidos são os dados iniciais requisitados. O preenchimento é bem simples e autoexplicativo, mas é importante ter todos os dados em mãos.

Primeiramente, é necessário selecionar se a opção de financiamento será de pessoa física ou jurídica. O próximo item é escolher qual o tipo de financiamento que você deseja, residencial ou comercial e em qual categoria o imóvel se encontra.

Então, você deve preencher o valor do imóvel, em qual cidade ele se localiza e se você já tem um imóvel na mesma cidade ou não. Tenha atenção especial ao preenchimento dos dados, pois qualquer erro pode influenciar nas etapas posteriores.

Seus dados

As próximas informações que devem ser preenchidas no site da Caixa serão as suas informações: CPF, renda bruta familiar, data de nascimento do comprador e a seleção de algumas opções e outras informações relacionadas ao seu perfil pessoal e familiar.

É válido lembrar que a renda bruta familiar pode contemplar a sua renda, a renda de seu companheiro(a) e a renda dos seus pais. Dessa forma, é importante avaliar a renda da família com precisão, pois, no processo de financiamento, será preciso comprovar cada renda.

Essa alternativa só é possível devido ao fato do sistema da Caixa considerar a renda familiar bruta, ou seja, se na sua casa houver 4 pessoas que tenham uma renda formal, podem ser considerados a soma bruta dos 4 rendimentos.

Isso é extremamente benéfico, pois facilita no processo de aprovação de um valor mais alto de financiamento. Ainda há a opção em utilizar os recursos do FGTS disponíveis e outros benefícios que podem facilitar o financiamento.

opções 

Após o preenchimento dos dados iniciais e seus dados, o sistema da Caixa vai recomendar algumas opções de financiamento. Essas opções foram baseadas nas suas informações pessoais e nos dados do imóvel. Agora, basta escolher uma das opções disponíveis!

Antes de tudo, avalie cada opção com cuidado e leia bem os termos para encontrar a melhor opção para o seu perfil. Mesmo sendo uma simulação, certificar-se de que tomou as decisões adequadas é muito importante para ter um financiamento ideal e elevar as possibilidades de aprovação.

Resultados

Depois de realizar a escolha da opção de financiamento, o próprio sistema vai disponibilizar um relatório com as principais informações sobre o tipo de seu financiamento, avalie tudo com cuidado para ter um planejamento eficiente.

Será possível ver o valor da entrada, o prazo de parcelamento, o valor da primeira e da última prestação. Deve-se destacar que alguns itens podem ser alterados, como o valor de entrada, o prazo do financiamento e o sistema de amortização, adequando-os à sua realidade.

Além disso, é de fundamental importância que você verifique se os resultados da simulação se encaixam no seu orçamento, evitando transtornos futuros. Esse é o principal objetivo da simulação, portanto, considere os resultados para elaborar o seu planejamento.

Quais os benefícios oferecidos pelo Governo Federal?

Os programas habitacionais do Governo Federal foram desenvolvidos para oferecer benefícios importantes a famílias de baixa renda. Trata-se de um apoio essencial para facilitar a compra do primeiro imóvel e tornar o financiamento ainda mais interessante.

Nesse contexto, contar com o subsídio do Governo Federal, é uma facilidade que ajuda a tornar o imóvel dos sonhos mais acessíveis e com  parcelas mais baixas.

O que permite comprar um imóvel em condições especiais, desde que a família se enquadre nos critérios e regras de cada programa habitacional.

Saiba quais os principais benefícios e programas oferecidos pelo Governo!

Casa Verde e Amarela 

O programa Casa Verde Amarela é um subsídio habitacional criado pelo Governo Federal em 2020. O programa foi desenvolvido para substituir o Minha Casa Minha Vida, que estava em vigor desde 2009 e ofereceu subsídios a milhares de famílias.

Sendo assim, o programa Casa Verde Amarela funciona por meio da divisão da renda familiar em grupos. Dessa forma, cada categoria tem os benefícios e subsídios compatíveis com a renda, que podem reduzir taxas e tornar o financiamento mais acessível.

Os 3 grupos do programa Casa Verde Amarela são:

  • Grupo 1: pessoas com faixa de renda em até R$ 2 mil;
  • Grupo 2: pessoas com faixa de renda entre R$ 2 e 4 mil;
  • Grupo 3: pessoas com faixa de renda entre R$ 4 e 7 mil.

Além do subsídio e facilidade para o financiamento, o programa Casa Verde Amarela incluiu benefícios em relação ao Minha Casa Minha Vida. Atualmente, também é possível contar com benefícios para a regularização fiduciária e melhoria habitacional.

Habite Seguro

O Habite Seguro é um pacote de benefícios destinado a profissionais da área de Segurança Pública. Desse modo, é um conjunto de benefícios que facilitam o acesso ao primeiro imóvel, podendo acumular este pacote ao benefício do Casa Verde e Amarela. 

Os profissionais que podem usufruir do Habite Seguro são:

  • Agente Penitenciário;
  • Guarda Municipal*;
  • Medicina Legal e Identificação;
  • Corpo de Bombeiros Militar;
  • Peritos;
  • Polícia Civil;
  • Polícia Federal;
  • Polícia Rodoviária Federal (PRF);
  • Polícia Militar.

* Consultar condições.

Nesse caso, os profissionais que tenham teto salarial de até R$ 7 mil mensais podem contar com um subsídio de R$ 12 mil, desde que o valor do imóvel não ultrapasse R$ 300 mil e você não tenha nenhum outro imóvel no nome. Ou seja, é destinado a compra da primeira casa própria.

Quais são as etapas do financiamento imobiliário?

O financiamento imobiliário é um processo criterioso, no qual a instituição financeira avalia diversos aspectos sobre o perfil do cliente. Sendo assim, entender como funciona é importante para otimizar o seu planejamento e aumentar as possibilidades para atingir os objetivos.

Antes de tudo, é importante saber que o financiamento depende de muitas variáveis, como o valor de entrada, preço do imóvel, tipo de financiamento e banco. Por isso, é interessante procurar em mais de uma instituição para encontrar as melhores condições.

Geralmente, o processo de financiamento imobiliário funciona da seguinte forma:

  • definição do imóvel;
  • análise de crédito;
  • simulação de financiamento;
  • apresentação dos documentos;
  • análise jurídica;
  • formalização e assinatura do contrato.

É importante salientar que cada instituição financeira pode ter processos de financiamento diferentes, por isso, é preciso avaliar de forma individual. Com o apoio da construtora ou imobiliária, você terá mais facilidade para encontrar opções compatíveis com o seu perfil e objetivos.

Como usar o financiamento de modo inteligente?

O financiamento é um recurso muito útil e contribui para realizar conquistas consideráveis, como um imóvel. Entretanto, é muito importante realizar financiamentos de forma inteligente e muito bem planejada, para evitar endividamentos e prejuízos.

Para comprar um imóvel é preciso ter ainda mais cuidados, pois o financiamento é longo e com valores mais elevados. Diante disso, é importante se preparar para encaixar as parcelas no seu orçamento sem passar por apertos ou perder a qualidade de vida.

Nesse sentido, sempre considere os seguintes fatores para a organização financeira:

  • comece a se planejar com antecedência;
  • quite as suas dívidas;
  • mantenha o controle do seu orçamento;
  • tenha cuidado com as taxas e juros;
  • priorize uma reserva de emergência;
  • defina as datas de vencimento compatíveis com seus recebimentos.

Viu como a simulação de financiamento Caixa é importante? Consiste na oportunidade ideal para entender o plano financeiro e otimizar o orçamento para atingir seus objetivos. Portanto, é fundamental pensar nisso, afinal, você estará escolhendo o seu lar e realizando um grande sonho!

Gostou do post? Agora que você viu tudo sobre a simulação de financiamento Caixa, não perca tempo: acesse nosso WhatsApp e faça sua simulação gratuita agora!

Comentários

Nathiele oliveira pimenta
Nathiele oliveira pimenta disse: 09 novembro 2020
Gostaria de fazer um financiamento de uma casa
MRV
MRV disse: 09 novembro 2020
Olá Nathiele, como vai?

Temos casas disponíveis em algumas regiões. Para verificar a disponibilidade, converse com nosso consultor virtual através do nosso WhatsApp. Aproveite para fazer uma simulação gratuita! 😉 

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório