Puffs: uma aposta infalível | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Puffs: uma aposta infalível

23 setembro 2013

Disponíveis em diversas formas, tamanhos, cores e materiais, os puffs invadiram praticamente todos os ambientes de casa e se tornaram peça-chave em decorações contemporâneas.



Divertidos, charmosos e extremamente funcionais, os puffs caíram no gosto das pessoas e passaram a ser requisitados em um número cada vez maior de projetos. Com tanta demanda, o resultado não poderia ser outro. A peça passou a ser oferecida pelo mercado em mil e uma possibilidades estéticas. “Hoje em dia, encontramos de tudo. Puffs redondos, quadrados, retangulares, sem forma, sextavados, feitos de madeiras de demolição, de fibras sintéticas, de fibras naturais, estofados, de tecidos, de couros e muito mais”, enumera a designer de interiores Iara Santos.


Com tantas opções, o puff passou a ser um elemento de personalização dos ambientes, já que ele pode ser criado de acordo com a intenção do projeto. Para o Quarto do Rapaz, ambiente que está em exposição na mostra Morar Mais Por Menos até 29 de setembro, o designer de interiores Marco Dias Reis especificou seis puffs. “São puffs que estão em sintonia com o conceito do ambiente. É um estilo básico e funcional. Uma peça de madeira, revestida com linho, material de preço acessível e de fácil manutenção, o que tem tudo a ver com a ideia da mostra”, explica Marco, que tinha uma intenção muito clara ao eleger os puffs para seu ambiente. “A ideia ali é que o quarto também seja um ponto de encontro dos amigos, então os puffs dão esse suporte”, avalia.


IaraSantos aponta ainda outras funcionalidades para as peças: “De acordo com o ambiente, eles podem ser usados como assento, como mesinha lateral ou como aparador”, sugere.



Para os profissionais, os puffs dão um toque contemporâneo aos ambientes e podem ser utilizados sem medo, basta apenas ter alguns cuidados. “Você pode abusar dessa peça que é coringa e fica bem em qualquer espaço. Pode, inclusive, combinar diferentes estilos de puff num mesmo ambiente. Só tem que ter cuidado para perceber se as formas e as tonalidades dialogam”, opina Marco. “O importante é aliar função com decoração, praticidade com harmonia”, encerra Iara.


Fonte: Mão Dupla Comunicação

Imagem galeria
Imagem galeria
Imagem galeria

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório