Quanto custa sair da casa dos pais?

29 abril 2022

Casal desempacotando a mudança para o seu novo apê

O sonho de muitos jovens é sair da casa dos pais, e se você faz parte desse grupo, precisa planejar bem essa nova fase de sua vida.

Como não há liberdade sem dinheiro, se preparar para a nova vida é o seu primeiro passo. Afinal, você quer evitar passar perrengues financeiras e ter que voltar para casa dos seus pais, não é mesmo?

Com certeza você tem dúvidas do que precisa e por onde começar. Por isso, preparamos um passo a passo detalhado que, independentemente de qual seja a sua renda, você vai conseguir se organizar e viver esse sonho. Confira, a seguir, quanto custa sair da casa dos seus pais.

Como se preparar para sair da casa dos pais


O desejo humano de ter liberdade é tão intenso, que na adolescência já sonhamos em ter a própria casa. A questão é que sonhos se realizam com planos, metas e estratégias. 

Então para começar, entenda o motivo de sua decisão e pesquise sobre o assunto. Assim, você vai ter uma lista de informações importantes, como: 

  • O que precisa para alugar ou comprar um apartamento;
  • Quais os móveis essenciais de uma casa;
  • Quais são os custos fixos e variáveis;
  • Quanto se gasta com alimentação e transporte;
  • Quais são as despesas com saúde, cuidados pessoais e reserva de emergência.

Esses são apenas alguns itens que fazem parte da vida adulta, daí ter clareza do motivo que quer sair de casa indicará se você tem tempo para se organizar ou se deixará alguns detalhes para ajeitar quando estiver morando sozinho.

Quanto dinheiro é suficiente para sair da casa dos pais?


Não há uma resposta exata de quanto custa essa decisão, pois são muitas as variáveis usadas para fazer esse cálculo. Além disso, é preciso considerar a sua disponibilidade financeira, bem como as diferenças de preço de cada região.

Só podemos afirmar que para morar sozinho é preciso pesquisar preços e juntar dinheiro.

Veja, a seguir, a lista de itens para te auxiliar nos seus cálculos.

1. Alugar ou comprar um apartamento?

Para decidir se vai alugar ou financiar um imóvel é interessante conhecer como as taxas de juros afetam os aluguéis.

Esse é o ponto mais importante da sua vida, porque quando se compra um imóvel, não é preciso se preocupar em:

  • Sair do imóvel quando vencer o contrato;
  • Procurar outro lugar porque o aumento do aluguel é maior do que suas possibilidades de pagamento;
  • Ter que sair do imóvel, porque o proprietário pedirá a casa por qualquer que seja o motivo.

2. Quais são os custos iniciais?

Sabemos que toda casa precisa de móveis e utensílios, não é mesmo? Ainda que alguns itens possam ser comprados com o tempo, alguns deles são essenciais, como:

  • Geladeira;
  • Fogão ou microondas;
  • Cama;
  • Sofá;
  • Guarda-roupa e outros.

Também fazem parte dos itens essenciais os utensílios domésticos como pratos, copos, as panelas e os talheres. Roupas de banho e de cama precisam estar na lista dos seus custos iniciais.

Se pretende sair da casa dos seus pais, comece a fazer como antigamente, prepare o seu enxoval.

Pode parecer brincadeira, mas muitas pessoas passam aperto por se esquecerem de comprar utensílios básicos para uma casa.

Depois que fizer o levantamento de preço, considere comprar alguns eletrodomésticos de segunda mão, a economia pode ser significativa.

3. Gastos com alimentação

Agora, é você quem vai dar conta de tudo, então procure saber quanto realmente gasta com comida por mês.

Quando estamos na casa dos nossos pais, a compra é dividida por quantas pessoas moram na casa. Por esse motivo, a maioria das pessoas não tem ideia de quanto custa a sua própria alimentação.

Considere, portanto, que morando só, você vai comprar tudo o que gosta, daí pode ter uma surpresa na hora de contabilizar os gastos com alimento.

Além de saber quanto vai gastar no mercado, calcule as refeições e os lanches que vai fazer fora de casa.

4. Gastos com saúde, educação e transporte

Quem mora só precisa pensar em tudo, muitas vezes você terá apenas uma fonte de renda que precisa suprir todas as suas necessidades para ter uma vida com qualidade morando sozinho.

Por esse motivo, contabilize quanto vai gastar com saúde, seja pagando um plano, seja deixando uma reserva financeira para eventuais emergências.

Outro ponto importante é a sua educação. Se ainda faz faculdade e é você quem paga, ou cursos profissionalizantes, essas despesas precisam estar no seu orçamento.

Por fim, calcule com detalhes os seus gastos com transporte. Daí temos dois tipos de cálculo, confira:

  • Carro próprio ou financiado: anote o valor das parcelas, IPVA, combustível, consertos e reparos;
  • Transporte público ou motoristas de aplicativos: de quanto dinheiro precisa para usá-los durante o mês.

Esses são os custos iniciais e você só estará financeiramente preparado se puder custear todas essas despesas.

Pode parecer muito, mas pesquisas informam que 30% das pessoas que saem de casa voltam por não saberem quanto gastam para morar sozinhas.

A boa notícia é que 70% delas fazem essas contas e dão conta do recado.

5. Reserva financeira: qual o valor ideal?

Chegamos ao ponto mais importante para começar a sua vida solo. De quanto dinheiro precisa para sua reserva financeira?

Até aqui conversamos sobre tudo o que precisa para sair da casa dos pais. Você observou que alguns itens, como móveis e eletrodomésticos, não são uma despesa mensal.

Porém, outros, são despesas recorrentes. Assim, a sua base de cálculo será o valor que gasta todos os meses para se manter e pagar as contas.

Por exemplo, se você gasta R$ 2.000,00 por mês, a sua reserva deve ser de R$ 12.000,00, ou seja, seis vezes o total dos seus gastos recorrentes.

Em um cenário ótimo, um ano de reserva de emergência garante tranquilidade financeira na sua nova vida.

Se depois de todas essas contas, ficou interessado em saber como financiar um imóvel, aqui, na MRV, nós podemos te ajudar. Faça uma simulaçãoe veja como é possível comprar o seu apartamento.

Este post foi produzido em parceria com o Blog Live!

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório