Quem casa, quer casa! 5 dicas para a aquisição do primeiro imóvel.

28 novembro 2016

2 comentários
O ditado popular “quem casa quer casa” não deixa dúvidas: a aquisição do primeiro imóvel é um desejo de todos os casais. Embora muitos pombinhos possam morar na casa dos pais ou optar pelo aluguel, sabemos que a conquista do próprio lar é mais que um investimento. Ter um canto que é seu gera independência pessoal e financeira, dá aos donos a possibilidade de decorar a casa como quiserem e traz um sentimento de realização.

Tudo isso impacta, e muito, na qualidade da vida a dois. Quem está a caminho do altar ou acabou de juntar as escovas costuma ter diversas dúvidas sobre a compra de um imóvel, e, por vezes, acaba adiando esse sonho. Foi pensando nisso que elaboramos esse post com as principais orientações para adquirir o primeiro imóvel. Confira!

Analisem as contas

Essa sugestão pode soar óbvia, mas muitos casais não sabem qual é a quantia de dinheiro que entra e sai de suas contas todos os meses. É preciso ter uma ideia do quanto “sobra” para que vocês possam gastar em mensalidades, caso optem por um financiamento. Estima-se que as prestações dessa modalidade comprometam 30% de uma renda mensal.

Também é importante analisar se já existe uma reserva para dar de entrada, pois a maioria das linhas de crédito financia até 80% do valor do imóvel. Ou seja, é preciso ter 20% do valor. Por isso, se sobrar dinheiro, comecem uma poupança. E se não sobrar, vale cortar gastos desnecessários.

Façam uma pesquisa personalizada

Com o cálculo em mãos, vejam que tipo de imóvel é o mais apropriado para o casal. Além do preço, observem alguns fatores que possam impactar o planejamento familiar. Se vocês querem ter filhos em breve, apartamentos de dois quartos podem ser mais interessantes.

Além disso, é importante conferir outros aspectos que influenciam o preço do imóvel, tais como:
• Localização;
• Segurança;
• Vagas na garagem;
• Áreas de lazer;
• Andar do imóvel;
• Face para o sol;
• Elevador.

Todos esses quesitos ajudam a inflar o custo total da compra. Decidam o que é essencial para a rotina de vocês e façam uma pesquisa personalizada.

Poupem dinheiro para pagamentos extras

Por mais que as contas estejam no azul, é sempre bom lembrar que a compra de um imóvel envolve outros pagamentos. Além dos juros do financiamento, considerem o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), pago à prefeitura, e os gastos com registro no cartório. Juntas, essas últimas duas taxas correspondem a, aproximadamente, 4% do valor do imóvel.

Vejam se é possível utilizar o FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode ajudar o casal na compra do primeiro imóvel. Esse recurso funciona como uma espécie de poupança, já que o dinheiro é pago pelo empregador ao funcionário celetista e fica depositado na Caixa Econômica Federal (CEF), em contas vinculadas ao contrato de trabalho.

O saque do FGTS só pode ser realizado em algumas condições, entre elas para financiar uma habitação. Além disso, a CEF estipula diversas regras para o uso do FGTS na aquisição de imóveis (veja a lista aqui). Se o imóvel desejado atender a todos os critérios estipulados pelo banco, o FGTS pode ser usado não apenas no momento da compra, mas na quitação de parcelas.

Conversem com quem já comprou o primeiro imóvel

Mesmo que o casal esteja seguro em relação às finanças, vale a pena contar com a opinião de especialistas no assunto. Além dos corretores de imóveis, procurem ouvir o depoimento de pessoas que passaram pela mesma situação. Advogados de confiança também são ótimas fontes de conselho, especialmente quando o assunto é documentação.

Acima de tudo, é importante que o casal converse entre si para decidir qual investimento é melhor para ambos. Façam planos, cálculos e pesquisas juntos, alinhem expectativas e fujam de dívidas exorbitantes. Poupem dinheiro e acreditem: com planejamento, é possível conquistar o primeiro imóvel!

Se tudo isso atender atender o casal, então procurem a MRV Engenharia. Faça uma simulação personalizada com um de nossos atendentes e veja como é simples sair do aluguel e conquistar o #primeiroapê. mrv.vc/ChatFacebook

Comentários

Joelma
Joelma disse: 02 dezembro 2016
Preciso de uma casa com 2 ou 3 quartos

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório