Sucata ferrosa da MRV Engenharia se transforma em doações em Lauro de Freitas | Blog Corporativo MRV Engenharia -€“ Mercado Imobiliário e lançamentos de apartamentos e casas

Encontre seu imóvel

Sucata ferrosa da MRV Engenharia se transforma em doações em Lauro de Freitas

02 dezembro 2013


A Gestão de Resíduos, implantada nos canteiros da MRV Engenharia desde 2010, tem proporcionado, além de economia e otimização de todo o processo construtivo, também um exercício de solidariedade. É que, com a gestão, os resíduos excedentes são separados e podem ser comercializados, como é o caso da sucata ferrosa. Em Lauro de Freitas, BA, parte desse material é segregado e vendido para uma cooperativa, a Recicle e Viva. Com sugestão da equipe da obra e gestão local, o valor arrecadado entre julho e setembro foi revertido para a Associação Casa de Caridade Adolfo Bezerra de Menezes (ACABEM), abrigo de idosos que se localiza ao lado da obra do empreendimento Park Sun Valley, também em Lauro de Freitas.


O processo se iniciou com a implantação da Gestão de Resíduos nos canteiros de obras de Lauro de Freitas e Camaçari, com a finalidade principal de fazer a destinação correta dos resíduos, de acordo o Conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA e com a Política Nacional dos Resíduos Sólidos. “Essa prática vem se estabelecendo em todo o Nordeste, e a meta é atingir todas as obras da construtora. Com a gestão, foi realizada a separação da sucata ferrosa que é o resultado das perdas no processo, e isso possibilitou a venda do material para a cooperativa. Todos ganham com essa prática”, explica Maurício Raso, diretor de Produção da MRV Engenharia.


O material começou a ser vendido em julho desse ano e a venda acumulada foi referente aos resíduos segregados das obras do Park Sun Valley, Parque Sun City, Parque Sun Pallace, Solarium e Sun Park. Foram realizadas dez vendas no período, totalizando 21.200 kg e arrecadando o valor de R$ 4.236,00.



Com o dinheiro arrecadado e a Associação Casa de Caridade Adolfo Bezerra de Menezes (ACABEM), necessitando de apoio, a equipe achou uma ótima ideia de aplicar a sustentabilidade com solidariedade, foram comprados e doados 600 fitas de glicemia, um medidor de glicemia, 18 caixas de sabonete, 3.405 pacotes de fralda geriátrica, além de mantimentos como filé de peixe, calabresa, frango e carne bovina. “O objetivo principal é incentivar o processo da reciclagem. E, além do lucro gerado, ainda ajudamos a quem precisa”, continua Raso.

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório