Quais são as regras para ter animais de estimação em condomínios?

03 dezembro 2018

Um bom relacionamento entre os moradores de um condomínio é essencial para o bem-estar de todo mundo. Afinal, os vizinhos se encontram constantemente em elevadores, corredores e jardins. No vaivém da propriedade, também se incluem os animais de estimação, mas essa convivência com outros humanos além do dono pode ser turbulenta. Neste post, vamos conhecer as regras para os animais em condomínio.
Continuar lendo

Bichos de estimação: qual combina e como cuidar em seu apartamento

15 julho 2015

Ter um animalzinho de estimação traz inúmeros benefícios à saúde de todos nós. Eles nos trazem alegrias, nos ensinam valores como amor e lealdade e são amigos de verdade para todas as horas.Porém, exigem cuidados especiais, como alimentação adequada, passeios diários e espaço para brincar e se exercitar para que cresçam de forma saudável. Além disso, latem, miam, correm, destroem e tem uma energia inesgotável, o que muitas vezes é motivo de reclamação por parte de vizinhos. Em função disso, muitas pessoas deixam de lado o sonho de ter um animal de estimação por morarem em apartamentos ou locais com espaço reduzido.Mas o que muitos não sabem é que mesmo morando em locais com pouco espaço como apartamentos por exemplo, é possível ter um amigo de 4 patas sem que existam maiores problemas. Mas é claro, que alguns cuidados devem ser tomados para que a relação com o pet seja harmoniosa para todos, sem brigas ou reclamações de vizinhos ou outros moradores do condomínio. A primeira coisa a se saber é o que diz a lei em relação á presença dos peludos no apartamento. Existem alguns condomínios que possuem cláusulas proibindo a presença de animais dentro do apartamento bem como a circulação deles nas dependências do prédio.Se você tiver pouco tempo livre e espaço reduzido, pode optar por um gatinho e cachorros de pequeno porte. Animais de pequeno porte são independentes, principalmente gatos, que gostam que ficar sozinhos em casa por períodos maiores, embora como todo animal, precise de carinho e dedicação por parte de seu guardião. Gostam de ficar quietos em seu cantinho, desde que tenham água, ração e brinquedos disponíveis. Não necessitam de saídas e passeios diários.
Continuar lendo