Vale a pena financiar imóvel na crise? Descubra agora!

07 fevereiro 2018

Você precisa se mudar e não vê a hora de sair do aluguel. Está pesquisando preço e até já tem alguns apartamentos em vista, mas bate aquela dúvida: vale a pena financiar imóvel na crise? Como saber o momento certo de comprar? Neste post vamos ver por que pode ser muito vantajoso comprar imóvel neste momento e como a crise pode até ser de grande ajuda para você. Vamos lá!
Continuar lendo

"Crise não contamina construção popular", diz presidente da MRV

12 agosto 2011

O mercado de construção civil popular no Brasil não deve ser atingido pelas crises que assolam a Europa e os Estados Unidos, mesmo que a turbulência se agrave ainda mais. A afirmação foi dada nessa terça-feira pelo presidente da MRV Engenharia, Rubens Menin. A empresa é líder no segmento de empreendimentos residenciais populares no país. Seguindo a linha do Banco Central (BC), o executivo também descartou a formação de uma bolha imobiliária, apesar da valorização expressiva dos imóveis entre...
Continuar lendo

CAIXA MANTÉM JUROS E PRAZOS NO CRÉDITO COMERCIAL

17 outubro 2008

Captações em poupança e CDB alcançam R$ 579 milhões e R$ 159 milhões, respectivamenteA crise internacional não alterou a oferta de crédito da Caixa Econômica Federal. Os números mostram que a procura pelas linhas do banco continuam em alta e as captações se mantêm no ritmo esperado. Até o dia 10/10, a CAIXA captou R$ 579 milhões em poupança e R$ 159 milhões no CDB. No mês de setembro, foram R$ 1,1 bilhão captados em poupança e o saldo alcançou R$ 88,2 bi e R$ 2,5 bi em CDB, com saldo de R$ 16 bi.Ontem (13), mais uma medida do Banco Central acalmou o setor e as bolsas fecharam em alta e o dólar em queda. O BC implementou um programa de liberação integral dos recolhimentos compulsórios sobre depósitos a prazo, depósitos interfinanceiros e a exigibilidade adicional de depósitos à vista e a prazo. No total, os recursos somam R$ 100 bilhões. As medidas de liberação de compulsório pelo BC liberaram R$ 2,7 bilhões dos depósitos da CAIXA.
Continuar lendo