MRV Engenharia inicia obras em Avenida de Rio Claro (SP)

20 abril 2012

A MRV Engenharia começou no dia 18 de abril, em Rio Claro, a construção de uma rotatória na Avenida 80-A com Avenida Brasil, um dos principais acessos ao Distrito Industrial da cidade. A obra é uma substituição a rotatória já existente, mas que se encontra em condições inadequadas e inseguras. A ação é resultado de uma parceria entre a prefeitura e a MRV, para melhorar a qualidade de vida e a segurança dos moradores do município.A primeira fase do trabalho consiste na limpeza e sinalização de...
Continuar lendo

Descubra o que valoriza seu imóvel

05 agosto 2011

Seja na compra para uso próprio ou para investimento, vale a pena ter em mente as características que ajudam a mais tarde valorizar o imóvel na eventual venda ou aluguel da propriedade. Alguns fatores independem do perfil do morador, como bom estado geral de conservação, ventilação, luminosidade, vista atraente, ausência de umidade e, na maior parte dos casos, facilidade de estacionamento.Outras características tendem a mudar conforme o perfil sócio-econômico do comprador ou inquilino....
Continuar lendo

Prefeitura de Parnamirim e MRV assinam parceria para drenagem da Abel Cabral

16 fevereiro 2011

O prefeito Maurício Marques e o diretor de Relações Institucionais da MRV Engenharia, Sérgio Lavarini, assinaram, nesta quarta-feira (16), a parceria para execução da obra de drenagem que deverá resolver o problema dos alagamentos na Avenida Abel Cabral, no trecho entre as ruas Canguaretama e Antonio Lopes Chaves. A obra, cujo investimento está orçado em R$ 3 milhões, começará em 30 dias e, segundo a previsão da construtora, será entregue no prazo máximo de seis meses.A obra consiste na construção de uma estação de bombeamento que levará a água da chuva à Lagoa Nezinho Alves. De lá, quando necessário, a água será transposta para a Lagoa da Petra Kelly, cuja capacidade de armazenamento é maior.O prefeito Maurício Marques observou que, nos últimos 20 anos, Parnamirim mais que triplicou sua população, o que exige do poder público maior rapidez na realização de obras de infraestrutura para comportar esse crescimento. Ele lembrou ainda que a cidade deixou de ser um "município dormitório" e se transformou em um lugar de investimentos.
Continuar lendo