Tag:  | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Qual é a diferença entre os vários tipos de tinta? Como saber quando usar cada uma?

12 setembro 2011

O mercado oferece uma infinidade de tipos de tintas, massas e outros produtos para aplicação em revestimenos interno e externos. As possibilidades e variações podem ser desconcertantes para o consumidor final, deixando muitas dúvidas na hora de realizar a compra desses produtos.Por conta dessa grande variedade de opções, é importante que a pessoa que está realizando uma obra saiba algumas diferenças básicas entre os grandes grupos de tintas. Tenha em mente que não existe uma tinta para todas as superfícies e usos. A escolha do produto adequado para cada superfície e local é essencial para um bom acabamento e durabilidade de sua pintura.A seguir iremos comentar brevemente os grandes grupos de tintas e suas principais aplicações para que fique mais claro como a diferenciação entre os produtos ocorre.Látex PVA O látex é talvez a tinta mais comumente encontrada atualmente, nos interiores das residências, e certamente você já ouviu falar a respeito.O PVA vem do nome da substância usada atualmente para fabricar a tinta látex, o Acetato de Polivinila. O látex tem uma base solúvel em água e, por isso, facilita muito a vida do pintor, que pode preparar seus pincéis e rolos apenas com água. Além disso, caso a tinta espirre em algum outro revestimento, basta lavar com água.O acabamento em látex PVA é adequado para a parte interna das residências, que podem ser limpas apenas com um pano úmido. O acabamento desse tipo de tinta é muito bom, assim como seu recobrimento da camada anterior de pintura (se ela existir). Seca rapidamente, e o odor típico de pintura é mínimo.Porém, o produto não é adequado para áreas molhadas ou que possam receber chuva, e para recobrimentos de acabamento em alto brilho, como um corrimão, por exemplo; as superfícies pintadas com látex PVA também são mais difíceis de limpar.
Continuar lendo

Consciência Sustentável

28 abril 2011

Ele nas­ceu em Be­lo Ho­ri­zon­te. Ain­da crian­ça, mo­rou na Ave­ni­da Pas­teur. Gos­ta de jo­gar tê­nis no fim de se­ma­na, de Bos­sa No­va e tem fa­ma de ser exi­gen­te. Co­man­da um ti­me de 27 mil fun­cio­ná­rios e li­de­ra o mer­ca­do de cons­tru­ção ci­vil no seg­men­to de imó­veis pa­ra as clas­ses mé­dia e bai­xa. Ru­bens Me­nin, fun­da­dor e di­re­tor da MRV En­ge­nha­ria, elei­to o En­ge­nhei­ro do Ano 2010, pe­la So­cie­da­de Mi­nei­ra de En­ge­nhei­ros (SME), é prá­ti­co, jei­tão sim­ples, meio tí­mi­do, meio des­con­fia­do e fa­la rá­pi­do, mui­to rá­pi­do.
Continuar lendo