Tag:  | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Agora é pra valer: o Minha Casa, Minha Vida 2 chegou na MRV

14 julho 2011

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=i8bXlehUsc0&w=579&h=353]A segunda fase do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida chegou à MRV. Faça sua inscrição e aproveite:- Subsídios de até 23 mil reais;- Novos limites de financiamento;- Ampliação das faixas de renda;- Renda informal;- Redução da taxa de jutos;- Seguro desemprego.Visite um plantão ou acesse www.mrv.com.br
Continuar lendo

MRV assina dois novos contratos com a Caixa

30 dezembro 2010

A MRV Engenharia, assinou ontem, na sede da Superintendência Regional Norte de Minas, da Caixa Econômica Federal, dois contratos de empreendimentos com os benefícios do programa do governo federal "Minha casa, minha vida". Conforme o diretor de Crédito Imobiliário, Cristiano Chiabi, no total, serão oferecidos 256 apartamentos com valor médio de R$ 100 mil.
Continuar lendo

Na MRV, o feirão foi pra prorrogação.

08 junho 2010

Na MRV Engenharia, o feirão foi pra prorrogação! Todos os preços e condições estão mantidos até 30 de junho. Aproveite as menores prestações do mercado e as melhores localizações. Acesse www.mrv.com.br e realize seu sonho.[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=HjW76MpoUe0&hl=pt_BR&fs=1&color1=0xe1600f&color2=0xfebd01]
Continuar lendo

Pacote provoca euforia

07 maio 2009

Ações de empresas voltadas à baixa renda disparam com expectativa de aumento da demandaDo inferno ao céu em menos de dois meses. Não é exagero dizer que o pacote do governo para estimular a habitação popular funcionou como mágica para as ações de empresas de construção civil. Algumas companhias já dobraram de preço em 2009.Destaque para a MRV, que todos concordam que, com um preço médio de suas unidades de R$ 107 mil, é a mais adaptada para aproveitar o pacote. E seu modelo já vinha mostrando...
Continuar lendo

Rio já tem ofertas de moradias populares

22 abril 2009

Quem tem renda na faixa de 3 a 10 salários mínimos não precisa esperar pelas construções específicas do pacoteTrabalhadores com renda entre três e 10 salários mínimos (R$ 1.395 a R$ 4.650) que não quiserem esperar a construção de unidades do programa “Minha Casa Minha Vida” já podem procurar empreendimentos que receberam Habite-se a partir do dia 26 de março.Nesse caso, os imóveis têm que custar até R$ 130 mil. O pagamento pode ser em até 30 anos e comprometimento de renda não pode ultrapassar...
Continuar lendo

Pacote MRV da Habitação

17 abril 2009

www.mrv.com.br/pacote[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=jz9zVUkjeq0] (Vídeo da campanha Pacote MRV da Habitação. Praça: BH e Contagem).
Continuar lendo

Corrida às construtoras

15 abril 2009

Lojas do setor têm recorde de visitas depois do anúncio do novo pacote habitacional do governo. Procura cresce até 50%, incentivada por subsídios que chegam a R$ 23 milO anúncio do novo pacote habitacional do governo, o Minha casa, minha vida, causou ontem uma corrida às lojas e sites das construtoras voltadas para o segmento de baixa renda. A procura chegou a crescer 50% nos financiamentos para as famílias com renda de três a 10 salários mínimos (R$ 1.395 a R$ 4.650) e foi recorde histórico de demanda e vendas nas empresas. Muitos consumidores esperaram apenas a divulgação do programa para fechar o negócio. A maior dúvida é em relação aos subsídios, que podem chegar a até R$ 23 mil. Com o aumento do movimento nas lojas, as construtoras já planejam até triplicar o volume de funcionários no atendimento este ano. O cenário vai na contramão da realidade de outros setores que sofrem com a crise financeira global e anunciam centenas de demissões, como o segmento de siderurgia, mineração e aviação.“A demanda de interessados está enorme. Em alguns horários, tivemos congestionamento nas lojas e cerca de 200 pessoas na fila de atendimento. Estamos batendo recorde atrás de recorde de procura e vendas”, comemora Rubens Menin, presidente da MRV Engenharia, uma das sete construtoras que participaram da elaboração do pacote. A previsão inicial de vendas da MRV para 2009 era de R$ 1,6 a R$ 2 bilhões, mas segundo Menin, os números vão ser revistos para cima, assim como a contratação de funcionários.
Continuar lendo

Construtoras comemoram vendas

07 abril 2009

Completando amanhã 15 dias do lançamento do Pacote Habitacional do governo Lula e antes mesmo das medidas entrarem em vigor, as construtoras que atuam em Natal já sentem os efeitos da iniciativa. Um aumento na procura está sendo registrado e traz boas expectativas até para aqueles empreendimentos que estão fora da faixa salarial beneficiada pelo pacote. A construtora MRV Engenharia – que atua em 60 cidades – é uma delas. “De uma forma geral, já sentimos uma maior procura por nossos projetos. E acreditamos que a tendência é que esse processo se acentue”, afirma o superintendente regional, Yuri Chaim.Diante das mudanças que o pacote habitacional propõe, a empresa já está se preparando. Uma equipe de profissionais foi preparada a organizar as modificações necessárias para adequar o novo pacote e colocá-las em prática no mais curto espaço de tempo possível. Chaim prefere não falar em números de aumento para os próximos meses, mas lembra que o mercado já vinha sendo aquecido novamente. “Conseguimos vender cem apartamentos em dois meses”, revela.Fonte:  Tribuna do Norte - 07/04/2009
Continuar lendo

MRV vai à Caixa para detalhar seus projetos

02 abril 2009

Empresa mineira quer sair na frente no pacote habitacionalA construtora mineira MRV já deu o primeiro passo para abocanhar sua fatia no pacote habitacional do governo. Na última segunda-feira, dia 30, dois dias úteis após o anúncio das medidas a companhia apresentou à Caixa Econômica Federal (CEF) uma planilha detalhada com todos os projetos já aprovados em processo final de aprovação — prontos ou em vias de serem lançados — num total de 90 mil unidades.Trata-se de um volume bastante alto considerando-se que no ano passado a companhia lançou 14 mil unidades que corresponderam a R$ 2,5 bilhões. "É pouco provável conseguir lançar tudo este ano, mas é uma indicação do que temos" afirma Leonardo Correa, diretor de relações com investidores da MRV.Nesse material entregue à Caixa, a mineira MRV detalhou cada um dos projetos que pretende executar como o valor potencial de vendas números de unidades e prédios dos empreendimentos, localização e custo da unidade. "Como a Caixa Econômica atua de forma descentralizada queremos mostrar a eles onde terão mais ou menos trabalho." Uma das preocupações do setor imobiliário é o gargalo que possa haver na Caixa Econômica Federal para atender a demanda adicional por conta do subsídio anunciados.
Continuar lendo