Tipos de piso: tudo o que você precisa saber | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Tipos de piso: tudo o que você precisa saber

13 janeiro 2016

tipos-de-piso-para-sala-e-quarto-3


Escolher o tipo de piso de um imóvel pode dar a impressão de algo aprazível e até simples. Entretanto, costuma ser na verdade ser uma tarefa complicada, devido à grande variedade existente de opções, tamanhos e cores dos materiais.

Para ajudá-lo a escolher o melhor piso para sua casa ou apartamento, aproveitando ao máximo o espaço, fizemos uma lista com as principais informações sobre esses revestimentos. Está curioso? Leia nosso post até o final e tire todas suas dúvidas!

Pisos de cerâmica
Esses pisos são uma opção econômica, além de serem fáceis de limpar e não mancharem, podendo ser utilizados nos diferentes cômodos da casa. Existem modelos esmaltados, foscos, lisos, marmorizados, imitando tijolos, madeiras, mosaicos e pedras.

Laminados
Os laminados são placas muito finas de 8 mm, com revestimentos de fórmico e com impressão de cores e texturas de madeira. A vantagem é sua rápida instalação quando nivelados e aplicados sobre pisos já existentes.
Além do mais, seu valor é mais acessível do que dos pisos de madeira de verdade. No entanto, podem não ser muito resistentes, principalmente quando expostos água ou umidade.

Cimento queimado
Essa opção garante um visual mais contemporâneo e rústico, contendo diversas cores disponíveis. É mais indicado para os espaços menores e áreas internas, porque pode ficar escorregadio na parte externa de sua casa. No entanto, o efeito manchado e as trincas são inevitáveis neste tipo de material.

Porcelanato
O porcelanato está se popularizando e ficando cada vez mais acessível. Possui muitas vantagens: é durável, de instalação prática e com peças grandes. Existem muitos modelos, podendo ter o acabamento fosco e irregular, liso e brilhante, com esmalte ou sem. Também imita a fibra natural. É indicado para o espaço interno e externo da casa, e até para revestir paredes.

Ladrilho hidráulico
Esses ladrilhos têm fabricação artesanal, com desenhos personalizados. E quanto mais personalizado for, maior será o preço. Pelo fato de ser algo artesanal, pode haver diferença na coloração dos ladrilhos, mas isso garante que cada peça seja única. No entanto, é preciso escolher bem a mão de obra, visto que ela tem que ser muito cuidadosa.

Granilite
Quando este piso é liso, e indicado para muitos ambientes, como os rústicos, externos e internos. O granilite é uma massa de cimento que contém pedaços de pedras de tamanhos variados. Há também uma vasta opção de cores. A desvantagem é que pode trincar com o passar do tempo, porém é possível restaurá-lo, e é muito fácil de limpar.

Taco de madeira
O taco de madeira não é mais usado como antes, porém é uma boa opção para deixar o ambiente mais fresco no verão e mais aquecido durante o inverno. São blocos de madeira de diferentes tamanhos, de 30 cm até a 50 cm de comprimento, sendo que as larguras podem variar. A instalação é difícil e demorada, e em longo prazo, a manutenção se torna cara. Porém, há tamanhos e cores para todos os gostos, com muitos formatos e desenhos.

Assoalho
O assoalho são tábuas contendo 6 m de comprimento e 2 cm de espessura, que são colocadas contra o piso e parafusadas. Podem ser feitas de várias madeiras, como a tauari, ipê e cumuaru.

As principais vantagens são a resistência, conforto térmico e durabilidade. Quando a instalação é feita corretamente pode durar até 30 anos. Além disso, conta com uma grande variedade de cores.

Agora que você já sabe as informações mais importantes sobre os tipos de piso acima, basta analisar quais são suas preferências e necessidades. Para ler mais posts como este, curta a nossa página no Facebook!

Imagem galeria

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório